Presos os responsáveis pela morte de adolescente brasileiro

Presos os responsáveis pela morte de adolescente brasileiro

O “Winter Park Police Department” obteve mandados após receber os resultados da autópsia, concluindo que a causa da morte de Roger Thomé Trindade, de 15 anos, foi por “homicídio como resultado de trauma de força contundente”

adolescentemorto

Quem não se lembra da morte por espancamento do adolescente brasileiro, Roger Thomé Trindade, de 15 anos, na parte central do “Park Avenue”, em Winter Park, na noite de 15 de outubro deste ano, que deixou a Comunidade consternada. Três adolescentes foram presos – Jesse Sutherland, Simeon Hall e Jagger Gouda -, acusados pelo assassinato de Roger, segundo informou o “Winter Park Police Department”. Os policiais obtiveram mandados de prisão para os três criminosos após receberem os resultados da autópsia, concluindo que a cauda da morte de Trindade foi por “homicídio como resultado de trauma de força contundente”.

Jesse Sutherland, 15, Simeon Hall, 15, foram denunciados por homicídio culposo e agressão, enquanto que Jagger Gouda, 14, enfrenta acusação de manipulação de uma testemunha. Sutherland foi preso na Virgínia, e, Hall e Gouda estavam em Orange County. A família de Roger que está no Brasil – Novo Hamburgo (RS) -, foi informada das prisões. A identificação dos assassinos, não entanto não amenizou o clima de tristeza dos familiares diante da tragédia.

Foram quase dois meses de investigação sobre o assassinato do adolescente gaúcho e a polícia de Winter Park declarou que já tinha a identidade dos criminosos, mas teve cautela, aguardando os resultados da autópsia antes de decretar as prisões.

E que hoje o que resta no Central Park, no local da barbárie, é uma bandeira do Brasil em um galho de árvore, onde depositam flores em memória de Roger Thomé Trindade, que perdeu a sua vida em um ato de covardia e violência. No lugar há um cartaz pedindo por justiça. Michael Deal, chefe de polícia de Winter Park, descartou que o crime tenha sido por racismo. Ele disse que os suspeitos são alunos da mesma escola onde estudava Roger Trindade, na “Winter Park High Scholl”.

Entenda o crime

Roger Thomé Trindade, na noite de 15 de outubro desse ano, por volta das 10 pm, estava no parquee central do “Park Avenue”, em Winter Park, na companhia de um amigo e de duas garotas – todos brasileiros-, quando foi abordado por um grupo de adolescentes. Segundo testemunho do colega que sobreviveu, dois garotos se aproximaram de Roger e borrifaram um spray no seu rosto, que tinha cheiro de esgoto. Roger e o amigo foram atrás dos meninos no parque, quando, em área escura do local, foram surpreendidos por um grupo de moleques que cercaram Roger. O adolescente gaúcho foi jogado no chão e espancado, instante em que um dos agressores perfurou a sua têmpora. Ele foi socorrido, mas não resistiu. Roger e a família tinham se mudado de Novo Hamburgo, no Rio Grande do Sul, para Winter Park em janeiro desse ano. Após o assassinato, os pais retornaram ao Brasil.