Prepare-se para o ciclo de mudanças com novas regras do Governo Trump

Prepare-se para o ciclo de mudanças com novas regras do Governo Trump

Edição de outubro/2019 – p. 03

Prepare-se para o ciclo de mudanças com novas regras do Governo Trump

As novas regras assinadas pelo Governo Trump têm dificultado cada vez mais a condição do imigrante no país, criando situações que colocam em risco a esperança de se conseguir documentos de legalização, com isso, bloqueando possibilidades e alarmando os imigrantes, que continuam na fila de espera pelo voto de misericórdia. Houve, inclusive, por parte do Presidente Donald Trump, a tentativa de impedir que o indivíduo de baixa renda pudesse obter o green card – o juiz federal George Daniels suspendeu o decreto, por enquanto. Outro ponto incongruente são as denúncias do ‘American Civil Liberties’, sobre a prisão de casais nas entrevistas de casamento. Lembrando que as leis federais permitem que cidadãos dos EUA tentem legalizar o status de seus cônjuges.

Como o leitor pode avaliar o imigrante continua – e essa condição parece interminável – alvo do Governo Federal, que mantém sua posição austera em relação à imigração – ponto central de sua ação. E com as novas medidas, será exigido do solicitante de visto para entrar no país, recursos próprios para bancar eventuais custos com saúde. É decisão sumária – sem essas condições a entrada será negada.

Outra ponta do iceberg, conforme alerta o ‘The New York Times’, são os agentes do ICE que criam perfis falsos no Facebook para identificar imigrantes indocumentados no país. Uma verdadeira caça às bruxas utilizando-se das redes sociais para prender pessoas. E aquele ‘amigo’ simpático, que pede solicitação de amizade e com quem você compartilha seus bons momentos, pode ser um agente – isso é fato!

É uma situação desafiadora. E o contraponto à intolerância estabelece uma linha tênue entre verdade e mentira nas redes sociais, portanto, priorizar medidas cautelares – estar atento para evitar surpresas indesejáveis – é um fator primordial. Ainda é incerto de onde vem o alarde. E estar no olho do furacão exige-se do cidadão equilíbrio e bom senso para evitar tristeza e pessimismo. Reflita, faça o seu melhor!