Porto Alegre começa a encaminhar vistos para os EUA

Porto Alegre começa a encaminhar vistos para os EUA

Unidade de atendimento fará renovações e irá acelerar processos de primeira emissão que tramitam fora do Estado

bandeiraAinda neste mês, o processo de pedido de visto para os Estados Unidos será facilitado aos gaúchos que quiserem aterrissar em solo norte-americano. Previsto para iniciar operação no final de março, em prédio localizado na avenida Carlos Gomes, em Porto Alegre, um Centro de Atendimento para Serviços de Visto (CASV) deve acelerar a emissão da primeira solicitação do documento e resolver processos de renovações e outras autorizações onde há isenção de entrevista.

O CASV da Capital funcionará a exemplo das unidades de Brasília, Rio de Janeiro, São Paulo – onde há duas operações do gênero – Belo Horizonte e Recife. Ali são coletadas informações biométricas, como fotos, impressões digitais e demais documentos exigidos na primeira das duas etapas necessárias para a emissão do visto norte-americano. Até que seja instituído o consulado em Porto Alegre, prometido para o final de 2015, a segunda etapa, que consiste de uma entrevista, continuará ocorrendo na embaixada dos Estados Unidos, em Brasília, ou nos consulados já existentes, localizados no Rio de Janeiro, São Paulo e Recife.

“Mas uma média 20% a 25% dos interessados em viajar para os Estados Unidos resolverá plenamente suas demandas no CASV, porque não precisa passar pela entrevista”, destaca a cônsul dos Estados Unidos para o Rio Grande do Sul, Erin McConaha. Ela se refere às pessoas menores de 16 anos e maiores de 66 anos, que atualmente são isentas de visto para ingresso naquele país, e àquelas que já obtiveram visto anteriormente, e apenas precisam renovar o documento. “Estas categorias irão realizar todo o processo em Porto Alegre, e receber o passaporte pelos Correios”, explica Erin.

O ministro-conselheiro da embaixada do país norte-americano no Brasil, Todd Chapman, reforça que o centro terceirizado é um importante passo, uma vez que facilitará questões logísticas, gerando economia de tempo para os requerentes da primeira emissão. “Com parte do processo concluído no CASV, o solicitante poderá viajar até uma capital onde há consulado e voltar no mesmo dia”, reforça.

De acordo com Chapman, o centro de atendimento em Porto Alegre terá capacidade para encaminhar 35 mil novas autorizações ainda em 2014. “Mas estamos trabalhando firme para, no futuro, implementar o consulado na capital gaúcha”, ponderou Chapman, destacando que, a partir daí, as entrevistas para a primeira emissão do visto poderão ser feitas na Capital. “No entanto, esse é um processo que levará algum tempo, porque questões burocráticas, como a contratação de construtora responsável pela edificação, ainda precisam ser resolvidas”, destaca o vice-embaixador.

O futuro consulado norte-americano em Porto Alegre deve fortalecer os laços comerciais e intercâmbios culturais entre os EUA e o Rio Grande do Sul. “Enxergamos muitas possibilidades no Estado”, disse Chapman, em visita à sede da Câmara Americana de Comércio (Amcham) na Capital, na manhã de sexta-feira. Durante o encontro com representantes do conselho regional da entidade, presidido por Osvaldo Schirmer, o vice-embaixador destacou o interesse de empresas americanas se instalarem em Porto Alegre, algumas delas do ramo de tecnologia e saúde.

Fonte: jcrs.uol.com.br