‘Pode esperar 50 mil no Morumbi’, diz Belletti, após chegada de Muricy ao São Paulo

‘Pode esperar 50 mil no Morumbi’, diz Belletti, após chegada de Muricy ao São Paulo

Comentarista do SporTV prevê novo ânimo da torcida com a chegada do técnico e pede mudança de atitude aos jogadores do São Paulo

P305B958ACAF94BACAC8F6222BA857037O São Paulo continua na zona de rebaixamento, mais precisamente no 18º lugar. Mas, para o torcedor tricolor, é dia de esperança por novos tempos no clube. Na segunda-feira, o Tricolor anunciou a demissão de Paulo Autuori para a chegada de Muricy Ramalho, que fez história com a conquista de três títulos brasileiros pelo clube. O comentarista do SporTV Belletti acredita em nova postura do time com a chegada do treinador e aposta em estádio lotado na reestreia .

– A vontade, que o jogador deve demonstrar dentro do campo, precisa ser cobrada pelo treinador. Acho que o Muricy no São Paulo, mais do que um treinador, é um ídolo do clube que todo mundo respeita, ouve e obedece. A acomodação é o principal problema do jogador de futebol e atrapalhou bastante o Paulo Autuori. O Muricy, com certeza absoluta, vai fazer o São Paulo se transformar, porque no próximo jogo pode esperar 50 mil pessoas no Morumbi – afirmou o ex-jogador, no “Bem, Amigos!”, do PFC.

Para o comentarista Marco Antônio Rodrigues a situação difícil pela qual passa o São Paulo está diretamente ligada ao comando do presidente Juvenal Juvêncio, e não à comissão técnica.

– Quem está comandando a troca é que está errando, mais uma vez. Concordo que você ter o Muricy ali, morando no Morumbi, um ídolo, um grande treinador, a tentação de trocar é muito grande. Eu sou contra a troca de treinador no meio do campeonato, acho um desperdício de dinheiro, e os clubes que trocam mais costumam cair. Acho que o São Paulo está perdido faz tempo. Isso que aconteceu com o Paulo Autuori é consequência de uma má gestão no futebol do São Paulo.

O comentarista Alberto Helena Júnior lembrou o caso recente da saída do dirigente Adalberto Baptista, e sua volta pouco tempo depois, com novas críticas ao goleiro Rogério Ceni, reflete o que é o São Paulo hoje.

– Profunda, visceral, histórica incompetência diretiva do São Paulo. Recentemente, saiu o diretor de futebol, rejeitado pelo elenco e funcionários. Esse mesmo diretor, mandado embora após falar um monte de besteira do Rogério Ceni, voltou em uma posição de destaque e falando mal do Ceni. Isso significa que o São Paulo tem uma direção que torce contra o clube, procura destruir todas as tradições maiores do clube. A primeira delas foi a alternância de poder, que foi jogada na lata do lixo pelo atual presidente. Trocou aquela coisa sadia do São Paulo de eleições a cada dois anos e, no máximo, reeleição uma vez. Ele foi lá e deu um golpe, e começou a fazer uma besteira atrás da outra, até chegar a este estágio jamais vivido pelo São Paulo em sua história.

Muricy Ramalho começa a trabalhar com a equipe do São Paulo na tarde desta terça-feira, no CT da Barra Funda. O próximo jogo do Tricolor é na quinta, contra a Ponte Preta, no Morumbi. O jogo é um confronto direto na luta contra o rebaixamento, já que o Tricolor, com 18 pontos, é o 18º colocado, e a Macaca é a 19ª, com 15.