Artista brasileiro faz sucesso em exposição nos Estados Unidos

Artista brasileiro faz sucesso em exposição nos Estados Unidos

Pintor Clóvis Júnior traz coleção de peças inspiradas na cultura brasileira

Edição de junho/2018 – p.54

Por Geovany Dias

Cores, curvas e linhas são as ferramentas que Clóvis Júnior utiliza para colocar em telas o que a cultura brasileira representa para ele. Pela terceira vez, o pintor vem aos Estados Unidos para uma exposição exclusiva de sua arte. O encontro reuniu mais de 200 admiradores no Valencia College, em Orlando, na Flórida. “É muito bom fazer esse intercâmbio de cultura, trazer um pouco do Brasil para os Estados Unidos, para o americano conhecer um pouco da nossa cultura, da nossa arte, do nosso folclore. O bom da arte é você juntar cultura, aproximar povos, despertar um novo para as pessoas”, relata o pintor.

O pintor Clóvis Júnior

Cultura facilmente conhecida pela Lia Vasconcelos, de São Luiz do Maranhão. Ela, que mora nos Estados Unidos há 7 anos, veio para a exposição e facilmente notou o toque do familiar nos traços. “É uma delícia ver a nossa cultura por aqui. Encontrar pessoas da minha região, do nordeste, é muito bom. Eu consigo me reconhecer nas pinturas dele. Quando eu era pequena, minha mãe me levava muito para ver o Bumba-meu-boi, para o São João. É maravilhoso”, fala a estudante.

Prof. Steven Cunningham, Pintor Clóvis Júnior e Prof. Richard Sansone

Clóvis é natural de Guarabira, no interior da Paraíba, no nordeste brasileiro, e a terra natal do artista é uma das maiores inspirações que ele tem para criar cada peça. “Nós temos muitas referências, de muitos lugares. Espanhóis, portugueses, africanos, indígenas, então o artista tem uma paleta mágica de nuances para representar nossa herança cultural. É algo fantástico e uma fonte infinita de inspiração”.

Prof.Graça Dias, passando uns dias em Orlando aproveitou para visitar a exposição

A responsabilidade de representar algo tão diverso como a cultura brasileira em território americano não é uma tarefa fácil. Mas quem foi à exposição, aprovou. “Eu amei ver um pouquinho do Brasil em outro país. É bom demais ver o quanto nossa cultura é aclamada e o quanto ela é rica a ponto de encantar gente que nunca esteve no Brasil e fazê-los sentir vontade de ver, de conhecer mais. Eu fiquei encantada com o trabalho do Clóvis e mais encantada ainda de saber que ele tem esse espaço aqui nos Estados Unidos”, conta Graça Dias, que esteve na exposição.

Vice-presidente do Valencia College, Dra. Joyce Romano

Richard Sansone, idealizador da exposição e professor de português, acredita que apresentar a cultura do Brasil é uma ótima maneira de ensinar os alunos. “Eu acho muito importante levar o aprendizado para fora de sala de aula. Eu acho uma oportunidade excelente para conectar os alunos com a arte do Clóvis. Esse intercâmbio cultural é muito importante. Os alunos podem conhecer, por exemplo, o Bomba-meu-boi, que vem representado nas pinturas. E não há como ensinar um idioma sem apresentar a cultura, é como ensinar química sem um laboratório. As pessoas são a parte importante de uma língua. São elas que dão vida ao idioma”, declara o professor.

Estudante Lia Vasconcelos

A Flórida é o segundo estado dos Estados Unidos que mais possui brasileiros, de acordo com o Itamaraty. São cerca de x mil brasileiros morando ou estudando por aqui. Além disso, outros milhares de brasileiros vêm e vão durante todo o ano, já que o estado também é um dos que mais recebe turistas em toda a América. A vice-presidente do Valencia College, dra. Joyce Romano, afirma que a exposição é justamente uma forma de representar e homenagear a forte comunidade brasileira da Flórida. “Eu sigo o Clóvis como artista há um tempo já. Meu marido e eu temos três de seus quadros em casa. Então é maravilhoso falar dele. Eu nunca fui ao Brasil, mas sinto como se já tivesse, porque venho a estes eventos, vejo filmes, conheço muitos brasileiros. Eu aprecio muitíssimo trazer essa cultura e essa experiência internacional ao Valencia, aos nossos alunos. Então é ótimo ter essa oportunidade proporcionar aos nossos estudantes uma visão de mundo mais ampla. Estamos nesse mundo juntos, então essa é uma excelente forma de aprender uns com os outros”, conta dra. Romero.

Uma das peças do artista foi doada à Valencia Foundation, uma fundação que oferta bolsas de estudos aos alunos da região. “Eu fiz essa doação para ajudar a instituição a arrecadar fundos aos alunos que precisam de apoio para pagar os estudos. A peça vai ser leiloada e o valor vai ser revestido em bolsa de estudos para os alunos. É uma forma de ajudar a comunidade”, destaca Clóvis. Se você quiser acompanhar mais sobre o trabalho do Clóvis, acesse @clovisdjunior no Instagram.