Para Roger, sequência de jogos pode ser motivo para declínio de Seedorf

Para Roger, sequência de jogos pode ser motivo para declínio de Seedorf

Comentarista destaca que falta de peças de reposição exige mais do jogador de 37 anos e dificulta manter o alto nível em todas as partidas

Foto: Ide Gomes / Frame / Agência O Globo
Foto: Ide Gomes / Frame / Agência O Globo

O Botafogo ocupou a vice-liderança do Brasileirão por cinco rodadas seguidas, mas acabou perdendo o posto para o Grêmio neste domingo. Depois da derrota para o líder Cruzeiro na 22ª rodada, o clube perdeu dois jogos no Maracanã (Bahia e Ponte Preta) e passou a demonstrar que o clima mudou na equipe. Seedorf chegou a ser substituído no último jogo contra a Ponte Preta e não deu mostras que não gostou. Para Roger Flores, o time parece cansado e a falta de peças de reposição exige mais das estrelas do clube.

– (Seedorf) Está irritado porque não rende o que pode render. Lógico que tem o aspecto físico. O Botafogo não tem um elenco recheado de grandes jogadores e, por isso, utiliza seguidamente suas grandes peças. Isso influencia no rendimento do Seedorf. É um jogador de 37 anos e é muito difícil manter um nível de apresentação sempre lá em cima – disse o comentarista no SporTV News do PFC.

Na derrota para a Ponte Preta por 1 a 0, no Maracanã, o holandês foi o segundo jogador que mais errou passes. Foram nove no total. e o meia ainda furou a bola em outro lace. Ele deixou o campo de cara fechada e deu lugar a Henrique. Na saída, ainda ouviu vaias da torcida.

O Botafogo volta a campo para o clássico com o Fluminense, às 21h, na próxima quarta-feira, também no Maracanã. A vitória é a única opção do Alvinegro para reagir na tabela e tentar encostar no Cruzeiro, que lidera com 11 pontos de diferença para o segundo colocado.