“Palestra” sobre Covid em avião provoca confusão entre os passageiros

 

Houve confusão no voo da Delta Airlines quando passageira resolveu “palestrar” no corredor

 

Uma cena inusitada ocorreu no voo da Delta Airlines, que seguia para Nova York, quando uma passageira se levantou e passou a “palestrar” no corredor, culpando os passageiros pela propagação da Covid-19. Houve confusão e muito trabalho para os comissários de bordo

 

Da Redação

Usando um microfone particular para falar aos passageiros de um voo da Delta Airlines que seguia para Nova York, sobre a falta de fé no combate à Covid-19, uma mulher – não identificada –, provocou confusão e mobilizou a equipe de comissários de bordo para contê-la.  Ela se levantou da poltrona e começou a discursar no corredor, incomodando os demais passageiros. Era contundente em suas palavras e dizia que a pandemia ocorreu por culpa dos “humanos pela falta de fé”. “Meu cachorro tem mais bom senso do que qualquer um de vocês.”

Passageira precisou ser contida pelos comissários de bordo – Um outro passageiro que acompanhava a mulher “palestrante”, também foi contido pelos comissários de bordo, pois o mesmo registrava o “discurso”, alegando que as imagens seriam postadas no “Tic Toc”, o que irritou ainda mais os passageiros.

Perguntada sobre como conseguiu o microfone, a mulher disse que o levava na bagagem de mão, e que sua missão era alertar os passageiros do voo sobre a importância da fé em um momento em que o mundo “passa por um período sombrio”.

Insistindo em falar com os passageiros, tentando culpa-los pela propagação do vírus, a mulher mostrava-se irredutível em sua missão, e os comissário de bordo tiveram dificuldades para impedir que a passageira continuasse com o discurso.

Nesse momento, um dos funcionários anunciou que, caso não colaborasse, ela poderia ser algemada por tumultuar o voo.

“Não preciso ser algemada”, respondeu a mulher. “Sou completamente inofensiva. Além disso, acho que todos estão gostando porque, como eu disse, não sou horrível de se olhar”, disse ainda.

E continuou: “A razão pela qual a pandemia começou é que ninguém aqui tem mais fé, porque vocês estão presos a seus dispositivos estúpidos e nem sabem mais o que é a realidade”.

Finalmente contida e levada para a parte traseira da aeronave, ela ainda conseguiu dizer uma última frase no microfone, antes de sair de cena. “Meu cachorro tem mais bom senso do que qualquer um de vocês”, reclama.

O voo prosseguiu para o Aeroporto JFK e pousou no horário, sem incidentes”, informou a companhia aérea.