Os cuidados e benefícios na escolha do Seguro Saúde

Os cuidados e benefícios na escolha do Seguro Saúde

O Jornal Nossa Gente conversou com Agente de Monica Franchi Souza, que trabalha com a New York Life, em Orlando, para tirar dúvidas e esclarecer pontos imprescindíveis para você leitor

Obamacare

A partir do dia primeiro de novembro – até 31 de janeiro -, acontecerá o período de renovação e de inscrição para o Seguro Saúde nos Estados Unidos, subsidiado pela Lei “Affordable Care Act”, do programa Obamacare, promulgada pelo Presidente Barack Obama. A lei votada em 2010 proíbe as seguradoras variar os valores dos planos com base no histórico clínico ou no sexo, se recusar a assegurar um paciente muito caro, ou limitar a quantidade de despesas e atendimentos anuais. E para entender melhor todo esse processo de benefícios, que irá mobilizar milhões de assegurados no país, o “Jornal Nossa Gente” conversou com a Agente de Saúde da New York Life, em Orlando, Monica Franchi Souza, para tirar dúvidas e esclarecer pontos imprescindíveis para você leitor. A importância de se consultar um agente de saúde, que irá orientar sobre questões fundamentais, garantindo a melhor escolha do seu plano de saúde. Evite os transtornos futuros, que podem colocar em risco a sua saúde e a saúde de seus respectivos familiares.

Jornal Nossa Gente – É um momento imprescindível para o trâmite da documentação, entre outros quesitos fundamentais, que garantem ao assegurado os direitos ao Seguro Saúde, não é isso?

Monica Franchi Souza – Agora é um momento muito importante. O Obamacare que é a lei que controla todo sistema de saúde americano, funciona como se fosse um departamento de benefícios de uma empresa, que define os prazos em que os funcionários podem se inscrever. Anualmente a pessoa tem um período, ou seja, uma janela que se abre e as pessoas podem se inscrever para escolher os benefícios do próximo ano. Isso ocorre uma vez por ano. E nesse período haverá a opção de se fazer a escolha do plano médico para o ano seguinte. O que isso significa? Duas escolhas diferentes: a primeira é que se você está em um plano e não gostou ou por algum motivo, não deu a cobertura adequada ou gostaria de reduzir o valor da sua franquia ou mesmo aumentar o valor e reduzir o valor do seu preço, essa é a época certa para fazer essas novas escolhas. Para outras pessoas isso é muito importante porque todo ano o governo faz uma nova licitação, nova concorrência com todas as seguradoras. E nessa época do ano, mesmo que você já esteja no Obamacare, contente com o seu plano, você deve procurar um profissional da área, pois é a época certa para reavaliar o seu plano, saber se a seguradora que você está deu o melhor preço na licitação, ou se você teria condições de mudar para uma outra seguradora com melhores condições e com preço mais competitivo.

JNG – O que difere no Seguro Saúde para funcionários de uma empresa ao Seguro Saúde para a família?

MFS – Diferente do Brasil, o seguro de empresa aqui não tem uma alteração de preço tão grande como ocorre no Brasil. Normalmente a empresa paga parte ou todo o seguro dos funcionário apenas e o resto da família pode aplicar junto, mas muitas vezes estes planos ficam muito caros. Nestes casos os demais membros da família – esposa, marido e filhos -,podem aplicar no Obamacare. Na aplicação descreve a família inteira, inclusive a si mesmo, o assegurado da empresa. Com isso, o seguro vai ser feito em cima dos remanescentes. E por que é importante descrever na aplicação todos os elementos da família? Para mostrar que essa renda é divida por todos os integrantes. Se for mencionado na aplicação só os que querem ser assegurados, quando o governo verificar aquela renda anual e dividir pelo número de pessoas que gostariam de ser assegurados, existe uma perda, pois passa a ter valor per capta maior.

JNG – Gostaria que você falasse sobre o seu trabalho nesse importante processo de Seguros nos Estados Unidos.

MFS – Sou agente da New York Life e tenho escritório para atendimentos. Eu represento diversas seguradoras, tanto de saúde quanto de vida. E se por acaso for uma melhor opção a pessoa fazer uma apólice por outra seguradora, ela pode fazer. Agora, a New York Life é uma seguradora muito boa, competitiva no mercado, com 170 anos de atividades. É uma das mais sólidas, entre as maiores seguradoras americanas. Por isso opta-se pela New York Life pela solidez que ela oferece perante o mercado. E quando a pessoa busca um seguro, ela quer ter certeza de que a seguradora possua um lastro suficiente para pagar o benefício, provavelmente muitos anos depois de que este foi comprado. Isso é muito importante. Em relação às empresas de saúde eu também trabalho com todas as empresas de saúde, empresas de seguro dental e na parte de disability e previdência privada.

JNG – Obamacare é para pessoas de baixa renda? Enfim, como funciona?

MFS – As pessoas confundem o termo Obamacare. Na verdade, Obamacare é a lei que regulamenta todas as seguradoras. Tem investidor, por exemplo, que chega no meu escritório e pede para não ser colocado no Obamacare, então explico que o Obamacare é uma lei. Está todo mundo sob os critérios da lei Obamacare. O nome oficial do Obamacare é Affordable Care Act. Todas as seguradoras hoje têm um pacote de saúde que é derivado das regulamentações dessa lei. Tem uma segunda coisa que as pessoas chamam de Obamacare, mas é o “Tax Credit”. Baseado no número de integrantes da família, na renda que essa família faz anualmente; baseado em uma série de perguntas que vai delineando essa família, ela poderá receber um sim ou não uma ajuda de custo mensal para pagar o seu seguro. Isso é o “Tax Credit”, mas as pessoas chamam de Obamacare.

JNG – Quais os riscos para quem não tem um Seguro Saúde?

MFS – Hoje nos Estados Unidos, após a Lei Affordable Care Act, mudou muito. Antes a pessoa era atendida em um hospital e o custo era exorbitante, então a pessoa buscava apoio de alguma associação de caridade, que pagava parte da conta hospitalar, e o custo ficava reduzido. Hoje em dia, depois da lei, vários hospitais estão autorizados a cobrar uma multa das pessoas que incorrem em uma emergência e não têm plano de saúde. É obrigatório entrar no programa Obamacare. Portanto, as pessoas que não entraram no programa ou por alguma circunstância perderam o plano, talvez por problemas no envio de documentos, e se passou mais de dois meses, em um período de um ano, sem ter um plano de saúde, seja particular, por empresa ou pelo Obamacare, vai pagar multa. Todos os que não se inscreveram e os que tiveram período excedente, pagam multa. E a multa vem aumentando ano a ano. O interesse do governo é que tenha mais adesão. E qual o seu interesse nisso? O país está envelhecendo e, de hoje até 2019, os americanos têm um cálculo que, cerca de dez mil pessoas se aposentam por dia. O segundo dado é que a expectativa de vida, com os avanços da medicina, aumentou. E pelo menos um em cada casal, vai chegar aos 91 e 92 anos de idade. E se o governo continuar aceitando um contingente pessoas desprovidas de seguro, a conta vai sobrar para o governo, que afinal somos nós mesmos. Portanto, o governo está subsidiando a população com seguradora particular. Um país muito rico, mas com uma saúde a desejar, com número recorde de ataques do coração e câncer. E a base do Obamacare é incentivar as pessoas a terem um acompanhamento preventivo. A intenção é educar as pessoas na questão da saúde.

JNG – Qual o período para a regularização do Seguro Saúde?

MFS – Começa no dia primeiro de novembro e encerra-se no dia 31 de janeiro. E já estão abertas as inscrições para o Medicare, que se estenderá até o dia sete de dezembro. Outro detalhe importante, as pessoas devem procurar um agente de saúde, devidamente licenciado. Sou agente de saúde certificada e licenciada. Todos os nossos serviços são grátis, avaliamos a situação de cada um gratuitamente porque quem paga o meu trabalho é a seguradora. O seguro é regulamentado pelo governo federal. E não existe seguro mais barato ou mais caro, existem diferentes tipos de seguros. Têm pessoas que buscam orientação de voluntários, mas o voluntário não tem conhecimento das seguradoras no mercado e quando você escolhe um plano, você precisa verificar o preço e a sua situação para adquirir esse plano. É essencial identificar o plano que tenha mais flexibilidade no atendimento, médicos disponíveis. A orientação de um agente de saúde é mais segura e precisa.