Orlando e Miami lideram recuperação da economia com a volta do turismo

As atrações dos parques da Disney têm impulsionado o turismo interno na Flórida

    

Com 31 milhões de visitantes, turismo dá sinais de recuperação na Flórida – agora, esses visitantes são, na maioria, internos. E a recuperação é liderada por Orlando e Miami, onde ficam parques de diversão, como a Disney. Os dados foram apontados pelo relatório do Conselho de Turismo da Flórida

 

Da Redação

O turismo da Flórida voltou a comemorar, após quase um ano e meio da pandemia, com sensível melhora do setor. O Estado observa um movimento de turistas semelhante ao registrado antes da Covid-19, embora a variante delta seja uma preocupação para as autoridades e boa parte da população. E com a pequena recuperação do turismo neste segundo semestre, há um grande índice de expectativa com a volta do turista brasileiro – ainda restrita –, o que irá alavancar as atividades dos profissionais da área.

Segundo o relatório do Conselho de Turismo da Flórida, a indústria vem se recuperando quase que o mesmo número de visitantes antes do coronavírus. Orlando e Miami lideram recuperação da economia com a volta do turismo – 31 milhões de visitantes. A única diferença é que, agora, esses turistas são, na maioria, internos, ou seja, os norte-americanos estão viajando dentro do próprio país.

Dados do relatório apontam que, se comparado ao período pré-pandemia, a melhoria foi de 16,3%. Na comparação com o mesmo período do ano passado, o aumento foi de 223%. Com isso, a Flórida já lidera os estados americanos em recuperação da economia. E a recuperação é liderada por Orlando e Miami – onde ficam parques de diversão, como a Disney.

A Flórida é o estado norte-americano que mais recebeu turistas no segundo trimestre deste ano. Ao todo, foram 31 milhões de visitantes no período, uma recuperação que correspondeu aos esforços do marketing turístico e do avanço da campanha de vacinação da Covid-19.