Orlando City vence NYCFC e chega à quinta vitória consecutiva

Orlando City vence NYCFC e chega à quinta vitória consecutiva

Foto: Orlando City SC
Foto: Orlando City SC

O Orlando City venceu o New York City FC de virada, por 2 a 1, nessa sexta-feira, frente a 43 mil torcedores no estádio Orlando Citrus Bowl, chegando à quinta vitória consecutiva e encostando no Montreal Impact, na disputa por uma vaga nos playoffs da Copa MLS 2015.

O atacante canadense Cyle Larin marcou duas vezes, aumentando para 17 seu recorde de gols para um jogador estreante na Major League Soccer (MLS), no primeiro ano como profissional. O canadense, de 20 anos de idade, igualou o espanhol David Villa (NYCFC) e o irlandês Robbie Keane (LA Galaxy) na terceira posição da corrida pela artilharia da liga em 2015. Cyle Larin é um dos favoritos ao prêmio de Novato do Ano da MLS 2015 (Rookie of the Year). 

43.179 torcedores assistiram in loco à sétima partida consecutiva de invencibilidade dos Lions no estádio Orlando Citrus Bowl, o segundo maior público do Orlando City na temporada, depois da histórica partida de estreia na liga, contra o mesmo NYCFC, no dia 8 de março de 2015.

Eles elevaram para 32.847 a média de público do Orlando City em casa, estabelecendo novo recorde para a primeira temporada de um time na liga.

“Estamos obviamente muito felizes com o resultado. Nunca é fácil ganhar um jogo de futebol que você sabe que tem que ganhar. E penso que a resposta dos jogadores foi incrível”, afirmou o treinador do Orlando City, Adrian Heath. “O desejo dos jogadores em conquistar o resultado foi inacreditável. Eles foram incríveis nas últimas semanas e estamos levando a decisão para o último jogo. E, como tenho sempre dito, temos os melhores torcedores na MLS. Para nós, ter esse apoio depois de apenas um ano na liga é fantástico e eles não páram de me surpreender.”

O Orlando City criou diversas chances no primeiro tempo da partida. As mais perigosas aconteceram em apenas 3 minutos. Primeiro, aos 35 minutos, o meia Adrian Winter ganhou bola dentro da área e bateu de perna direita. Depois de desvio, a bola passou perto do gol. Aos 38, foi a vez de Winter cruzar da direita para Lewis Neal na linha da pequena área. Por pouco o meia inglês não alcançou.

Já nos acréscimos, aos 47 minutos, Mix Diskerud bateu cruzado de fora da área. A bola sobrou para o zagueiro Siriboe, que abriu o placar para o NYCFC. 1 a 0, a poucos segundos do fim do primeiro tempo.

O Orlando City retribuiria o carinho da sua torcida no segundo tempo, virando o jogo em 8 minutos. Cyle Larin empatou a partida aos 16, aproveitando cruzamento do lateral Corey Ashe, 1 a 1.

Aos 24, o colombiano Carlos Rivas recebeu na esquerda e Adrian Winter na direita. O suíço disparou para dentro da área e tentou o gol, mas foi parado pelo goleiro Saunders. Winter se desequilibrou, levantou-se rapidamente e cruzou para Larin virar a partida: Orlando City 2×1 NYCFC.

Os Lions poderiam ter ampliado o placar aos 29, quando Carlos Rivas cruzou e o zagueiro do NYCFC, Siriboe, salvou em cima da linha do gol, em lance polêmico, de difícil interpretação.

A seis minutos do fim do tempo regulamentar, o goleiro Tally Hall deixou o campo, depois de receber atendimento médico no joelho direito. Josh Ford foi chamado às pressas para substituído, fazendo sua estreia na MLS.

Com 44 pontos, os Lions estão a apenas um ponto do Montreal Impact. O time canadense é o sexto colocado da Conferência Leste e último entre os times que se classificariam para os playoffs da Copa MLS 2015. Montreal enfrenta o New England Revolution, na região metropolitana de Boston, nesse sábado, pela penúltima rodada da temporada regular.

Os Lions encerram a primeira fase da competição (temporada regular) no domingo, dia 25 de outubro, na cidade da Filadélfia, no estado da Pensilvânia, contra o Philadelphia Union.

 

Orlando City 2X1 New York City FC

Estádio: Orlando Citrus Bowl

Local: Orlando, FL, EUA

Público: 43.179

Gols:

NYC: Kwame Watson-Siriboe (Unassisted) 45’

ORL: Cyle Larin (Corey Ashe) 62’

ORL: Cyle Larin (Adrian Winter) 70’

Cartões:

ORL: Cristian Higuita (Yellow Card) 36’

ORL: Carlos Rivas (Yellow Card) 68’

Escalações

Orlando City SC – Tally Hall  (Josh Ford 84’); Corey Ashe, Collin, Seb Hines e Luke Boden; Cristian Higuita e Darwin Cerén; Adrian Winter, Lewis Neal (Servando Carrasco 74’) e Carlos Rivas; Cyle Larin (Bryan Rochez 79’)

Técnico: Adrian Heath

New York City FC – Saunders; Wingert, Siriboe, Mena e Javier Calle  (Kwando Poku 74’); Grabavoy (Ballouchy 21′), Jacobson, Mix Diskerud, Lampard e McNamara a (Khiry Shelton 64’); David Villa

Técnico: Jason Kreis

Estatísticas

Chutes a gol:

ORL: 14

NYC: 10

Escanteios:

ORL: 8

NYC: 3

Impedimentos:

ORL: 2

NYC: 2

Faltas:

ORL: 13

NYC: 11

Defesas:

ORL: 1

NYC: 2

Para mais informações, acompanhe o Orlando City em www.OrlandoCitySC.comFacebookTwitterYouTube e Instagram.