Orlando City sofre duas expulsões e é superado pelo Toronto FC no Canadá

Orlando City sofre duas expulsões e é superado pelo Toronto FC no Canadá

Orlando_City_2014O Orlando City perdeu um jogador logo aos 35 minutos do primeiro tempo, outro no segundo tempo e acabou derrotado no Canadá pelo Toronto FC, por 5 a 0, nesse sábado, pela rodada de número 26 da Major League Soccer (MLS) 2015.

“Estamos obviamente desapontados com o resultado. Nós estacamos bem até o momento da expulsão. O plano de jogo estava funcionando bem e, obviamente, as expulsões custaram caro”, disse o técnico Adrian Heath.

Os Lions enfrentam agora o Louisville FC, nessa terça-feira, em amistoso a ser realizado no estado do Kentucky. A equipe retorna ao estádio Orlando Citrus Bowl no sábado, para partida contra o Chicago Fire, válida pela MLS. O jogo está marcado para as 19h30 (20h30 de Brasília).

Depois de 35 minutos de jogo bastante equilibrados, o árbitro Jose Carlos Rivero viu, em uma disputa de bola entre o lateral português Rafael Ramos Justin Morrow um lance para cartão vermelho, expulsando o jogador do Orlando City em lance discutível.

O primeiro tempo terminou empatado em 0 a 0. Porém, já no primeiro minuto de jogo da etapa final, o meia da seleção dos Estados Unidos, Michael Bradley, fez grande jogada pela esquerda, cruzando para Marco Delgado desviar para o gol. 1 a 0 Toronto FC.

Dez minutos mais tarde, Sebastian Giovinco bateu falta a poucos centímetros da meia lua, botando a bola no ângulo superior esquerdo do gol de Tally Hall e marcando o gol de número 17 em sua temporada de estreia na liga. 2 a 0 Toronto FC.

Aos 16 minutos, Kaká fez sua melhor jogada na partida, ganhando de um defensor na corrida e deixando outro no chão. O capitão dos Lions cruzou para Lewis Neal, que não conseguiu marcar.

Depois de seguidas tentativas pelo lado direito da defesa do Orlando City, onde o meia Adrian Winter jogava improvisado, já que Rafael Ramos foi expulso, Giovinco acionou Michael Bradley, que usou de habilidade e cruzou para o gol de Justin Morrow, o terceiro do Toronto FC.

Adrian Winter acabaria sendo expulso aos 36 minutos do segundo tempo, depois de receber o segundo cartão amarelo.

Na cobrança do pênalti, o atacante da seleção norte-americana, Jozy Altidore, marcou, então, o quarto gol do time canadense. E fechou o marcador dois minutos mais tarde, aproveitando jogada construída entre Robbie Findley e Michael Bradleym.

O Orlando City ocupa a oitava posição da Conferência Leste da (MLS), com 28 pontos em 26 jogos. O Toronto FC passou para a quarta colocação, com 34 pontos em 24 partidas.

Toronto FC 5×0 Orlando City

Estádio: BMO Field

Local: Toronto, CAN

Público: 26.397

Gols:

TOR: Marco Delgado (Michael Bradley) 46’

TOR: Sebastian Giovinco (Unassisted) 56’

TOR: Justin Morrow (Michael Bradley) 71

TOR: Jozy Altidore (Penalty-kick) 83’

TOR: Jozy Altidore (Robbie Findley) 85’

Cartões:

TOR: Giovinco – amarelo – 22′

ORL: Carrasco – amarelo – 29’

ORL: Rafael Ramos – vermelho – 35′

ORL: Kaká – amarelo – 38’

TOR: Ahmed Kantari – amarelo – 40’

ORL: Adrian Winter – amarelo – 56’

ORL: Adrian Winter – amarelo e vermelho – 82’

ORL: Cristian Higuita – amarelo – 84’

Escalações

Orlando City SC – Tally Hall; Rafael Ramos, Collin, David Mateos e Luke Boden; Adrian Winter, Cristian Higuita, Carrasco, Kaká (Corey Ashe 84’) e Lewis Neal (Bryan Rochez 72’); Cyle Larin (Carlos Rivas 63’)

Técnico: Adrian Heath

Toronto FC  – Konopka; Jackson (Daniel Lovitz 46’), Williams, Kantari e Morrow; Osorio (Jozy Altidore 72’), Warner, Cheyrou, Michael Bradley e Delgado; Giovinco (Robbie Findley 76’)

Técnico: Greg Vanney

Estatísticas

Chutes a gol:

ORL: 4

TOR: 18

Escanteios:

ORL: 1

TOR: 7

Impedimentos:

ORL: 2

TOR: 3

Faltas:

ORL: 13

TOR: 15

Defesas:

ORL: 2

TOR: 1

Para mais informações, acompanhe o Orlando City em www.OrlandoCitySC.comFacebookTwitterYouTube e Instagram.