O espetáculo vai começar!

O espetáculo vai começar!

voltar

SET/15 – pág. 64

sala_tv

Como escolher entre tanta novidade da tecnologia para montar seu home theater e dispor, de tudo isso, de maneira harmoniosa? Ficar dentro de sua própria casa para reunir amigos em torno de um bom filme ou uma música agradável exigiu que os projetos de interiores abrissem espaço para os home theaters. A indústria eletrônica cuidou para que nada faltasse em termos de tecnologia. As telas de televisão estão cada dia mais finas e com imagens em alta definição, os sistemas de som são tão potentes que parece que estamos dentro do filme ou teatro. As opções para montar o seu home em casa são muitas e cada vez mais inovadoras. Vale lembrar que a escolha do equipamento deve levar em conta também o espaço onde será instalado. Quando você está planejando o seu home theater, o que vem primeiro na lista de prioridades? A TV? O projetor? O receiver? As caixas de som? Não. A sala de projeção e os assentos deveriam ser o seu ponto de partida. Muitas pessoas fazem isso ao contrário. Primeiro compram os equipamentos eletrônicos básicos, e só depois começam a planejar onde eles serão instalados. Essa é uma das lições mais importantes na hora de projetar um home theater com sucesso: a primeira coisa que você deve analisar é o espaço que será utilizado e, consequentemente, os assentos. Isso se explica por uma razão muito simples: a distância entre os equipamentos e a própria performance deles dependem diretamente das condições do ambiente. Defina, em primeiro lugar, onde as pessoas vão sentar na sala de projeção e o número de assentos. Só a partir daí, você vai poder calcular o tamanho ideal do display (TV ou tela de projeção), baseando-se nas medidas da sala e na distância entre o sofá e o display.

A disposição dos móveis deve ser muito bem estudada, pois fará parte integrante do sistema de áudio e vídeo. As estantes, sob medida ou adaptadas, devem seguir os padrões recomendados de distância mínima entre os aparelhos e paredes, para dissipar o calor e não prejudicar os olhos.

O revestimento do piso, tapetes e cortinas ajudam no tratamento acústico. O piso ideal seria carpete ou madeira, mas, se o piso for cerâmico, um bom tapete já ajuda muito. Essas e outras soluções podem ser esclarecidas com um profissional da área que, nesses casos, pode ajudar a deixar seu ambiente mais aconchegante e único. Bom proveito e até a próxima!


Viviane Sperb
Arquiteta
viviane@nossagente.net