Nancy Pelosi deixa Taiwan após visita polêmica que irritou autoridades chinesas

Foi uma visita relâmpago da presidente da Câmara, Nancy Pelosi a Taiwan, levando apoio em meio à polêmica

Encerrou nesta quarta-feira a visita relâmpago da presidente da Câmara, Nancy Pelosi, a Taiwan acirrando a relação competitiva entre EUA e China. Ela reforçou o apoio americano ao se encontrar com a presidente taiwanesa, Tsai Ing-wen

Da Redação – A polêmica visita da presidente da Câmara, Nancy Pelosi, a Taiwan encerrou nesta quarta-feira, comprometendo a relação entre EUA e China. Foi uma presença relâmpago, e antes de deixar a ilha Pelosi prometeu solidariedade com a democracia autônoma que Pequim reivindica como seu território.

“Nossa delegação veio aqui para enviar uma mensagem inequívoca: os Estados Unidos estão com Taiwan”, disse Pelosi em uma entrevista em grupo em Taipei depois de se encontrar com a presidente taiwanesa, Tsai Ing-wen.

______continua após a publicidade_______

seguro

Pelosi é a primeira palestrante americana a visitar a ilha em mais de 25 anos, atraiu a ira de Pequim com sua visita e provocou mais de uma semana de debate sobre se era uma boa ideia do que era notícia. Em Taipei, ela permaneceu calma, mais desafiadora.

“O mundo inteiro está enfrentando uma escolha entre democracia e autocracia. A determinação da América em preservar a democracia, aqui em Taiwan e em todo o mundo, permanece inabalável”, desafiou Nancy.

A China reivindica Taiwan como seu território e se opõe a qualquer envolvimento de autoridades taiwanesas com governos estrangeiros, anunciou vários exercícios militares ao redor da ilha. Taiwan denunciou as ações planejadas, dizendo que violavam a soberania da ilha.



____________________publicidade___________________

seguro

anuncie