Miriam Brilhante é campeã de Jiu-Jitsu do ‘Grappling de Naga Orlando’

Miriam Brilhante sagra-se campeã do Naga e consegue passe para disputar o Mundial de Jiu-Jitsu

 

Em tempo recorde, a brasileira Miriam Brilhante conquistou o título de campeã de Jiu-Jitsu do “Campeonato de Grappling de Naga Orlando”, realizado no último sábado, em Kissimmee, obtendo passe para disputar o Mundial da modalidade. Ela venceu nas categorias com Kimono (Gi) e sem Kimono (NO-Gi), sendo graduada com a faixa azul  

 

Da Redação

O excelente desempenho da brasileira Miriam Machado Brilhante, no “Campeonato de Grappling de Naga Orlando”, realizado em Kissimmee, sábado passado, dia 8, a levou ao pódio como campeã de Jiu-Jitsu nas categorias com Kimono (Gi) e sem Kimono (NO-Gi). Com este título, a atleta conquista o passaporte para disputar o “Mundial de Jiu-Jitsu (IBJJF) – a partir de julho –, consolidando o seu favoritismo às próximas lutas. Sob a orientação do Mestre Rafael Stone, Miriam foi precisa em seus golpes, mostrando superioridade técnica, eliminando as adversárias em tempo recorde em um dos maiores campeonatos de Grappling dos EUA.

 

Vitória da brasileira em tempo recorde – “Este título representa muito em minha carreira, uma conquista que exigiu horas ininterruptas de treinamentos e concentração, em se tratando de um evento importantíssimo no Jiu-Jitsu. Foram lutas significativas, enfrentando adversárias determinadas, mas consegui supera-las, e a partir de agora, vou me concentrar no Mundial”, comemora Miriam Brilhante.

Para o Mestre Stone, a vitória de Miriam representa um passo decisivo no Jiu-Jitsu, que abre uma nova etapa de treinamentos, visando disputar o Mundial da modalidade, tendo pela gente fortes adversárias, o que representa muito trabalho à frente. “Com o título de campeã do ‘Grappling de Naga’, a Miriam passa para a faixa azul. Ela foi graduada no pódio com a faixa azul do Jiu-Jitsu, o que representa maior visibilidade nas próximas competições. Estou confiante no seu potencial para as próximas lutas”.

 

Miriam foi graduada no pódio com a faixa azul – “O Naga é um dos maiores eventos da modalidade, que reúne grandes atletas, e a Miriam conseguiu se sobressair e conquistar o posto mais alto do pódio como campeã. Isso é motivo de orgulho para todos nós. Agora é focar nos eventos”, disse Rafael.

Lembrando que a “North American Grappling Association (NAGA)” é o maior circuito de torneios de grappling misto do mundo, com mais de 750.000 competidores em todo o planeta, reunindo crianças, adolescentes e  jovens.