Médicos realizam transplante inédito de orelha usando impressão 3D

Uma equipe médica da empresa americana 3DBio Therapeutics anunciou na última quinta-feira, 2, um feito inédito: O primeiro implante de orelha humana criado com base em células da própria paciente com uma impressora 3D. 

Segundo a companhia, a orelha impressa vai regenerar o tecido cartilaginoso da paciente e deve dar para o novo órgão uma aparência natural. Os cientistas usaram a orelha esquerda da paciente para a modelagem. 

______continua após a publicidade_______

seguro

Identificada apenas como Alexa por questões de privacidade, a jovem de 20 anos nasceu com uma deformidade congênita na orelha direita chamada microtia. Pacientes com essa condição têm os ouvidos externos ausentes ou subdesenvolvidos. 

O procedimento aconteceu em março nos Estados Unidos, mas só foi divulgado pela companhia na última semana. “Acreditamos que o ensaio clínico de microtia pode nos fornecer não apenas evidências sobre o valor desse produto, mas também demonstrar o potencial da tecnologia para fornecer implantes de tecidos vivos em outras terapias no futuro”, afirma Daniel Cohen, presidente-executivo da 3DBio Therapeutics.

A empresa de medicina regenerativa não explicou acerca da tecnologia usada no estudo, mas afirma que os procedimentos foram aprovados pelo FDA, órgão regulador de saúde dos Estados Unidos, e que pretende compartilhar mais informações em uma publicação científica após a conclusão do estudo que ainda está em andamento.



____________________publicidade___________________

seguro

anuncie