Mães já sustentam o recorde de 40% das famílias dos EUA, diz pesquisa

Mães já sustentam o recorde de 40% das famílias dos EUA, diz pesquisa

Mother and children baking63% delas, o que equivale a 8,6 milhões, são mães solteiras.
Mães casadas que ganham mais do que o marido são 5,1 milhões, ou 37%.

As mães são o único ou o principal provedor de 40% das famílias com filhos de até 18 anos nos Estados Unidos, patamar recorde, aponta pesquisa divulgada nesta quarta-feira (29) pelo centro de pesquisas norte-americano Pew Research, baseada em dados oficiais do escritório de censo do governo daquele país.

Essas mulheres são de dois grupos diferentes: 5,1 milhões, ou 37%, são mães casadas que possuem uma renda maior que a de seus maridos e outras 8,6 milhões (63%) são mães solteiras.

A distância de renda entre os dois grupos é grande, diz a pesquisa. A renda média das famílias das mães casadas que ganham mais do que os maridos era de aproximadamente US$ 80 mil ao ano em 2011, bem acima da média nacional de US$ 57,1 mil para todas as famílias com crianças e quase quatro vezes a média de US$ 23 mil das famílias de mãe solteira.

O crescimento da parcela de mães que sustentam as famílias é resultado da crescente presença da mão de obra feminina no mercado de trabalho. As mulheres representam quase a metade (47%) da força de trabalho dos EUA hoje e o nível de emprego entre mães casadas com filhos aumentou de 37% em 1968 para 65% em 2011.

A Pew Research cita, na pesquisa, que o impacto que a recessão resultante da crise econômica de 2008 no país pode ter causado na tendência é incerto. Contudo, diz que uma pesquisa realizada pelo centro em novembro de 2012 apontou que a visão das mães sobre quando e com que frequência deveriam trabalhar mudou significativamente desde 2007.

A parcela de mães afirmando que a situação ideial seria trabalhar em tempo integral cresceu de 20% em 2007 para 32% em 2012. Já a fatia delas que afirmou preferir simplesmente não trabalhar caiu de 29% para 20% no mesmo período.

Fonte: g1.globo.com