Longas filas são esperadas nos aeroportos para feriado do “Memorial Day”

Nos aeroportos do país são esperadas longas filas para o feriado do “Memorial Day”

 

Executivos de companhias aéreas afirmam que as viagens de lazer domésticas estão em níveis pré-pandêmicos e que o número de pessoas que passam pelos aeroportos dos EUA diariamente deve chegar a dois milhões – a primeira vez que isso acontece desde o início de março de 2020

 

Da Redação

Os EUA se preparam para o “Memorial Day”, na próxima segunda-feira, 31 de maio, em homenagem aos homens e mulheres que morreram enquanto serviam nas forças armadas. Uma data que celebra os veteranos que fizeram sacrifício pelo país. Tempo de relembrar aqueles que perderam suas vidas e não puderam voltar para casa, refletindo-se sobre seus serviços, que resultaram na liberdade que a população desfruta hoje. Uma forma de apoiar e proteger famílias enlutadas e entes queridos que foram deixados para trás.

Em contrapartida, pessoas aproveitam o feriado para viajar, e, provavelmente será um dos finais de semana mais movimentados nos aeroportos do país, desde o início da pandemia. E com a população totalmente vacinada contra a Covid-19, podendo se locomover com mais liberdade, usando a máscara apenas em lugares específicos como em aviões, por exemplo, a viagem tornou-se a meta de a maioria.

Mas segundo o alerta do secretário de Segurança Interna, Alejandro Mayorkas, as pessoas que viajam para o fim de semana do “Memorial Day” devem ter paciência porque haverá longas filas nos aeroportos dos EUA.

A Administração de Segurança de Transporte está em um surto de contratações para que possa estar pronta para um aumento nas viagens neste fim de semana e durante o verão, conforme o país sai da pandemia de coronavírus, disse Mayorkas no “Good Morning America” ​​nesta sexta-feira.

“As pessoas verão filas porque haverá uma quantidade enorme de pessoas viajando neste fim de semana”, disse Mayorkas. “É preciso ter paciência. ” Também são necessárias máscaras, acrescentou ele.

“O mandato da máscara é um mandato federal em aeroportos e aviões”, disse. “Isso vai se manter válido provavelmente até meados de setembro.”

Executivos de companhias aéreas afirmam que as viagens de lazer domésticas estão em níveis pré-pandêmicos e que o número de pessoas que passam pelos aeroportos dos EUA diariamente deve chegar a 2 milhões antes do fim da semana – a primeira vez que isso aconteceu desde o início de março de 2020.