Investidores compram 25% das casas em 3 áreas da Flórida

COLUNA NOSSA GENTE || MERCADO IMOBILIÁRIO || Vera Mendonça

O aumento no valor dos aluguéis e o medo das Bolsas de Valores desencadeou o aumento do investimento imobiliário. Orlando, Miami e Jacksonville são os três de sete mercados americanos onde os investidores  são responsáveis por mais de 25% das vendas.

______continua após a publicidade_______

seguro

Dentre os competitivos mercados imobiliários, não são somente os compradores de sua primeira casa, ou proprietários, que estão buscando uma casa menor ou maior. Uma grande parte da competição é de investidores.

De acordo com uma reportagem do Redfin, os investidores compraram aproximadamente 80,000 casas pelo país, totalizando 18.4% de todas as casas compradas no último trimestre de 2021. Este é um alto recorde de compras de investidores, com um total de $50 bilhões gastos em casas de investimentos  durante o trimestre. 

Muitos investidores estão ganhando bastante, pois os preços das casas continuam subindo. As casas “flips”(quando o investidor compra, arruma e vende por mais) estão ganhando mais do que nunca, e casas para alugar estão difíceis de achar, causando um aumento significativo nos aluguéis. No país, o preço médio dos aluguéis aumentou aproximadamente 16,4%, quando comparado aos preços de um ano atrás, tendo como referência um preço médio de $1927 por mês.

Apesar dos investidores buscarem casas com preços mais baixos, um número alto de 32% dos investidores compraram casas com preços médios no último trimestre,  comparado com 24% a um ano atrás. Mais ou menos 75% do total das casas compradas por investidores foram pagas em transação à vista, sem necessidade de empréstimo bancário.

Companhias como Fundrise estão buscando ativamente casas de aluguel em comunidades nos mercados do sul do país, como Flórida e Carolina do Sul, permitindo que os investidores ganhem exposição. Recentemente a companhia Interval Fund, suportada por Goldman Sachs, comprou uma comunidade inteira de casas na Florida Central.

Sete mercados onde investidores compraram mais de 25% das casas no quarto trimestre de 2021

  • Orlando 

Investidores que compraram no quarto trimestre de 2021  foram responsáveis por 25.9% de todas as vendas no mercado de Orlando. O preço médio de venda do mercado foi de $361,000, um aumento de 23.3% comparado com o ano anterior. O número médio de dias no mercado foi oito, cinco dias a menos do que no ano passado. 

  • Miami

Em Miami, 27.5% de todas as vendas no último trimestre foram feitas por investidores. O preço médio deste mercado foi de $520,000, um aumento de 26.8% comparado com o ano anterior. O número médio de dias no mercado foi de 45, 19 menos do que no ano anterior.

  • Phoenix

Investidores em Phoenix foram responsáveis por 28.4% de todas as vendas de casas no quarto trimestre. O preço médio de venda neste mercado foi de $460,000, um aumento de 27.6% se comparado ao ano anterior.. O número médio de dias no mercado foi 20, três dias a menos do que o ano anterior.

  • Las Vegas

Em Las Vegas 29.2% de todas as vendas do quarto trimestre foram efetuadas por investidores. O preço médio deste mercado foi de $435,000, um acréscimo de 30.6% comparando com o ano anterior.  O número médio de dias no mercado é de 15,  4 dias a menos do que no ano passado.

  • Jacksonville

Investidores em Jacksonville compraram 29.8% de todas as ofertas do quarto trimestre. O preço médio de casas neste mercado é de $300,000, um aumento de 22% sobre o ano anterior. O número médio de dias no mercado é 19, oito a menos do que no ano anterior.

  • Charlotte, Carolina do Norte

Os investidores compraram 32.1% de todas as ofertas no mercado de  Charlotte no quarto trimestre . O preço médio de venda neste mercado é de $400,000, um aumento de 22.3%, se comparado com o ano anterior.

  • Atlanta

Em Atlanta, 32.7% de todas as vendas do quarto trimestre foram feitas por investidores. O preço médio de venda neste mercado é de $427,000, um aumento de 12.7% sobre o ano anterior. O número médio de dias no mercado é de 14, 11 dias a menos do que no ano anterior.

Fonte: Benzinga.com  



____________________publicidade___________________

seguro

anuncie