Internação de pessoas com Covid na UTI aumenta na Flórida; momento preocupante  

Situação preocupante nos hospitais da Flórida com aumento de internações por Covid-19

 

A maioria dos números de hospitalizações relacionados ao coronavírus na Flórida continua aumentando, tanto em números brutos quanto em porcentagens, de acordo com uma atualização do Departamento de Saúde e Serviços Humanos dos EUA

 

Da Redação

É preocupante o número de casos de pacientes com Covid-19 na Flórida, que aumentou consideravelmente nas últimas semanas. A maioria dos números de hospitalizações relacionados ao coronavírus no Estado continuou aumentando, tanto em números brutos quanto em porcentagens, de acordo com uma atualização do Departamento de Saúde e Serviços Humanos dos EUA, na quarta-feira.

O Estado reiniciou seu recorde de hospitalizações atuais por Covid-19 pelo 11º dia consecutivo, desta vez em 15.449, um aumento de 280 em relação ao relatório de terça-feira. Isso representa 28% de todas as hospitalizações entre os 232 hospitais que notificaram. Quanto aos relatórios de pacientes por hospital, agora estão em 66,6, uma sensível melhora em relação aos 65,7 de terça-feira.

As unidades de terapia intensiva desses hospitais têm 3.114 pacientes com Covid, disse o HHS, 54 a mais que na terça-feira. Isso representa 47,6% de todos os pacientes de UTI nas instalações da Flórida. Os pacientes de UTI por hospital variaram de 13,2 para 13,4.

Quase as únicas métricas de hospitalização que não mostraram um aumento foram à comparação entre a Flórida e o país, embora o estado ainda seja responsável por um número desproporcional de pessoas que têm Covid em hospitais e leitos de UTI.

A Flórida tem cerca de 6,5% da população dos EUA, mas 20,4% das hospitalizações atuais COVID-19 do país (abaixo dos 20,7% na terça-feira) e 17,5% de seus pacientes com COVID em UTIs (abaixo de 17,9%).