Inscrições Obamacare 2020: entenda como plano funciona

Inscrições Obamacare 2020: entenda como plano funciona

De 1º de novembro a 15 de dezembro 2019 inscrições abertas para renovação ou compra dos planos de saúde. O “Jornal Nossa Gente” aponta questões relevantes que poderão auxiliar você a entender melhor como o plano funciona

Edição de setembro/2019 – p. 17

Inscrições Obamacare 2020: entenda como plano funciona

Está chegando um novo período de inscrição para o programa Obamacare 2020 –, de 1º de novembro a 15 de dezembro 2019, também abrindo oportunidade para pessoas – famílias – que ainda não foram beneficiadas pelo Sistema de Saúde Americano de receberem ajuda do governo. Quanto às dúvidas sobre a qualificação para receber ajuda de custo e mesmo a escolha do melhor plano, o “Jornal Nossa Gente” pontua questões relevantes que poderão auxiliar você a entender melhor os tópicos essenciais de como o plano funciona.

O Obamacare não é um seguro de saúde governamental, como muitos pensam. O Obamacare é o apelido a Lei “Affordable Care Act – ACA” que controla todo sistema de seguro-saúde regulamentado nos EUA.

Quem vai receber assistência para comprar um Plano de Saúde do Governo? Seguem algumas dicas: indivíduo que possui renda de $12,490 a $49,960; famílias compostas de dois indivíduos com renda anual de $16,910 a $67,640; famílias de quatro integrantes com ganho anual de $25,750 a $103,000 e assim em diante. A ajuda é calculada pelo número de pessoas da família e renda familiar.

Essas pessoas precisam comprar um plano através do “Marketplace” a fim de obter o “Tax Credit” do Governo Federal ou talvez se tornarem elegíveis para o ingresso no “Medicaid”, dependendo do estado em que vivem e status imigratório nos EUA.

Há um segundo grupo de indivíduos – acima das categorias apresentadas anteriormente – que pode escolher se vai ou não comprar através do “Marketplace”, já que possui renda superior, portanto, não se qualifica para receber o Tax Credit oferecido pelo governo para família de baixa renda. Para esse grupo, existem duas possibilidades: adquirir um seguro-saúde mesmo sem a ajuda do governo no “Marketplace” ou comprar diretamente das seguradoras um plano médico que esteja de acordo com as novas regulamentações da lei atual.

A multa para quem não tinha seguro-saúde caiu em 2019, mas todos precisam fazer a reconciliação do Tax Credit recebido durante o ano, com a renda salarial da família. Muitos segurados pelo “Obamacare” estão perdendo o Tax credit em 2019, porque não fizeram a reconciliação nos preenchimento de suas taxas de 2017. Quando for fazer seus impostos em 2020, verifique com seu contador, se foi feita a reconciliação de 2018, para você não perder esta ajuda no ano de 2020.

Há dois tipos diferentes de assistência financeira dada pelo governo para ajudar os indivíduos: a primeira mais conhecida se refere ao “Advance Premium – Tax Credit”, crédito recebido adiantado pelas pessoas para auxiliar nas mensalidades do seguro-saúde. Há outro subsídio, dado pelo Governo, a alguns indivíduos, conhecido como “Cost Sharing Subsidies”, direcionado somente àqueles que se encontram entre 100% e 200% do nível de pobreza e tem como objetivo auxiliar o indivíduo nos custos associados ao uso do plano com os “Deductibles”, “Out-of-Pocket” e “Copays”.

Alguns estados americanos – a Flórida não se encontra entre eles – decidiram apoiar a Lei de Saúde integralmente e aprovaram o “Medicaid Expanded”, que possibilita o ingresso no Plano de Saúde do Governo para indivíduos que se encontram a partir de 139% do Nível Federal de Pobreza – “Federal Poverty Level”.

Qual o melhor plano a escolher?

Após conseguir a ajuda de custo do Governo, muitas pessoas se deparam com as seguintes dúvidas: “Qual o melhor plano para minha família?” ou “Quais as diferenças entre HMO e PPO?” Há alguma lista de médicos filiados ao plano que eu devo seguir? Sim, ambos “HMO” e “PPO” vão oferecer uma lista de médicos credenciados na rede.

No “HMO”, o assegurado deve escolher um dos médicos oferecidos pela empresa. O primeiro passo será primeiramente selecionar um médico de família para acompanhá-lo e gerenciar sua saúde. Esse médico vai auxiliá-lo a encontrar especialistas dentro da área que necessitada e deve escrever uma carta ao colega especialista, explicando os sintomas, anexando resultados de exames e prescrições utilizadas para evitar que haja repetições no caso. Assim, o especialista verifica o caso mais embasado no que já foi feito.

No caso do “PPO”, há a possibilidade de utilizar médicos dentro e fora da rede, no entanto, os custos a serem pagos sempre serão maiores quando utilizar um médico fora da rede, bem como o valor dos exames prescritos. Além disso, não existe um médico que o acompanhe, conheça-o, portanto, cada especialista consultado somente avalia o caso dentro da sua especialidade, pois não possui conhecimento do quadro geral em andamento. Muitas vezes, o papel do médico de família é o de evitar procedimentos que deveriam estar descartados.

Em relação ao custo, qual plano oferece o melhor preço?

Como foi dito, no caso do “PPO”, tanto o preço da mensalidade, quanto os custos associados de pagamento de exames e hospital são maiores. No entanto, não existe somente um lado da moeda. Se existem dois sistemas, existem dois perfis de necessidades. Dependendo da sua situação, um ou outro sistema pode se adequar melhor às suas necessidades e, mais importante, muitas vezes, o melhor plano escolhido em um ano não deve ser o mesmo no próximo.

Como a vida das pessoas pode ter uma série de alterações no decorrer de um ano, procure um agente e exponha suas preocupações. Esse agente saberá indicar qual o melhor plano para você e sua família naquele ano, seja rede mais ampla de médicos, ou o cuidado de um determinado médico, ou até o quesito custo.

Serviços

Paulo De Souza – Agente de Seguros Certificado

7031 Grand National Drive # 111 – Orlando, FL 32819

Telefone: 407-502-0203