Ganoderma Lucidum – Red Reishi

voltar

FEV/12 – pág. 46

O Cogumelo medicinal mais famoso e utilizado no mundo

Ganoderma lucidum, também conhecido pelos japoneses como “reishi” (cogumelo divino) e pelos chineses e coreanos como “lingzhi” (cogumelo da imortalidade), é o fungo medicinal mais famoso no mundo, particularmente na China, Coreia, Japão e Estados Unidos.

Tem mais de 4.000 anos de história. Seus inúmeros benefícios à saúde humana têm feito universidades e centros de pesquisa do mundo todo investirem esforços, estudos e muito dinheiro, para que a comprovação da eficácia fique cada vez mais conhecida e difundida.

É um cogumelo avermelhado brilhante, com esporos marrom, e forma semicircular. Ele cresce preferencialmente em troncos de árvores ou pedaços de madeira, como nos da ameixeira e Oak tree. Atualmente, vem sendo cultivado em diferentes países.

Existem variações desse cogumelo, porém o Ganoderma Lucidum é o mais medicinal.

Funciona como um regenerador do organismo, agindo intensamente onde o corpo está mais debilitado, auxilia assim de forma mais rápida no processo de cura.

Tem efeito geral, ou tônico, sobre o estado de saúde, é altamente estimulante do sistema imunológico (triplica a produção de células NK, células de defesa do organismo), aumenta assim a resistência do indivíduo a doenças, além de ser desintoxicante e protetor do fígado, amplia a disposição e bem-estar geral (fonte: Embrapa Recursos Genéticos e Biotecnologia).

É antioxidante, previne o envelhecimento das células e do organismo como um todo, tornando-o cada vez mais saudável. Acalma o sistema nervoso central e relaxa os músculos, aliviando assim o estresse do dia a dia. Se tomado por longos períodos, a agilidade do corpo não cessará, pois age positivamente na energia vital. Ele também aumenta a capacidade intelectual e elimina o esquecimento.

Contraindicação, interação medicamentosa, uso na gravidez e lactação: até o momento nenhuma reação foi identificada.

 

Reações Adversas

Não são frequentes, porém leves reações podem ocorrer dependendo da sensibilidade do paciente ou de alta dose utilizada. Em geral, inclui: tonteira, indisposição no estômago, irritação na pele, secura na boca, sangramento nasal, dores ósseas, diarreia ou constipação.

 

Benefícios do Ganoderma

Energia – a ação desintoxicante sobre o organismo eliminando toxinas significa que o corpo retornará a seu estado de energia, melhorando a fadiga crônica (ação antiviral) e os distúrbios do sono como insônia.

Sistema Imunológico – os polissacáridos contidos no Ganoderma estimulam o sistema imunológico além da ação anti-inflamatória. Com um forte sistema de defesa, várias enfermidades podem ser tratadas, tais como: gripes, alergias, asma, dores de cabeça, artrites, herpes (ação antiviral), infecções respiratórias de repetição ou crônicas devido à baixa imunidade.

Circulação sanguínea – os efeitos do ac. Ganodérmico – triperpenos, encontrados no Ganoderma, cuja ação inibidora sobre a enzima convertora de angiotensina contribui para a diminuição da pressão arterial. Promovendo a ativação circulatória, é útil para o tratamento de dores em geral, tonturas, palpitações, anemias, colesterol alto, distúrbios ginecológicos, hemorroidas, zumbido nos ouvidos. Melhorando a circulação cerebral, melhora ansiedade, insônia, a concentração, a memória, além de ajudar na recuperação pós-derrame cerebral.

Sistema digestivo – o princípio ativo ganopoly afeta o metabolismo dos carboidratos e promove a secreção de insulina sendo muito útil no tratamento do diabetes do tipo 2. Hipoglicemias, distúrbios da digestão, úlceras, colite ulcerativa, gastrites, dores de cabeça de origem alimentar, colites, constipação intestinal, hepatite (ação hepatoprotetora).

Câncer – a ação anticâncer consiste na estimulação das defesas (sistema imunológico), confirmado em diversas pesquisas realizadas, além de impedir a multiplicação celular e o crescimento celular das células cancerígenas. Uma ação muito útil do Ganoderma é a reversão dos efeitos supressivos da imunidade causado pela quimioterapia e radioterapia.

O Ganoderma pode ser preparado de diferentes formas, porém a forma mais ativa está contida nos “esporos” do Ganoderma lucidum cultivado em alta temperatura e orgânico, encontrado na China, Japão e EUA. Essa forma é rica em polissacarídeos, triterpenos, germânio e selênio.

O Ganoderma é atualmente um grande recurso que a natureza pródiga oferece para o equilíbrio global e tratamento físico quando bem utilizado. Porém, os resultados curativos dessa erva diferem de pessoa para pessoa, dependendo de fatores hereditários, tempo de duração e severidade da enfermidade, da dieta e fatores ambientais e emocionais.

Este artigo tem o propósito somente informativo. Caso necessite de ajuda, procure o seu médico.

Importante: em se tratando de cogumelos em geral, a colheita e uso sem profundo conhecimento do tema devem ser evitados uma vez que existem na natureza muitos cogumelos venenosos e tóxicos, além daqueles que atuam fortemente no sistema nervoso central.

Elly Tuchler
Médica Acupunturista
www.acuhomeo.com
(407) 373-0606