FDA aprova primeiro medicamento sublingual para o tratamento de alergia a pólen de gramíneas

voltar

ABR/14 – pág. 62

sua_saude_elaineA Food and Drug Administration (FDA), dos EUA, aprovou o Oralair para tratar rinite alérgica (febre do feno), com ou sem conjuntivite, que é induzida por certos pólens de gramíneas em pessoas com idades entre 10 e 65 anos. Oralair é o primeiro extrato de alérgeno sublingual aprovado nos Estados Unidos. Após a administração da primeira dose no consultório médico, onde o paciente pode ser observado por pelo menos 30 minutos para possíveis reações adversas, o Oralair pode ser usado em casa.

A rinite alérgica, com ou sem conjuntivite, é uma doença crônica que afeta crianças e adultos. Estas doenças alérgicas afetam cerca de 30 milhões de pessoas nos Estados Unidos e mais de 500 milhões em todo o mundo. Muitas vezes, elas são causadas pela sensibilidade ao pólen de gramíneas. Os portadores de alergias podem sofrer com espirros repetitivos, prurido nasal, coriza, congestão nasal e olhos irritados e lacrimejantes.

“Embora não haja cura para a alergia a pólen de gramíneas, ela pode ser gerenciada através de tratamento e evitando a exposição ao pólen”, disse Karen Midthun, diretora do FDA’s Center for Biologics Evaluation and Research. “A aprovação do Oralair fornece uma alternativa para as injeções contra alergia que são usadas em consultórios médicos. Oralair pode ser tomado em casa após a primeira administração”.
A nova medicação é usada em forma de comprimido, uma vez ao dia, e dissolve-se rapidamente depois de colocada sob a língua. O uso deve começar quatro meses antes do início da temporada de pólens de gramíneas e continuar durante toda a temporada. Oralair contém uma mistura de extratos liofilizados dos pólens de gramíneas, incluindo Kentucky Blue Grass, Orchard, Perennial Rye, Sweet Vernal e Timothy (nomes em inglês).

A segurança e a eficácia de Oralair foram avaliadas em estudos nos Estados Unidos e na Europa, envolvendo cerca de 2.500 pessoas. Alguns pacientes receberam Oralair, outros receberam placebo. Para avaliar a eficácia, os pacientes relataram seus sintomas e os medicamentos adicionais necessários para atravessar a estação da alergia. Durante o tratamento para uma temporada de pólen de gramíneas, os pacientes que tomaram Oralair tiveram uma redução de 16 a 30% nos sintomas e na necessidade de medicação em comparação com aqueles que receberam placebo.

A bula do Oralair inclui a advertência de que reações alérgicas graves (tais como anafilaxia) podem ocorrer com o uso do medicamento. No entanto, as reações adversas mais comuns relatadas por adultos foram prurido nos ouvidos, boca e língua, bem como edema na boca e irritação na garganta. Em crianças, as reações adversas mais frequentemente relatadas foram prurido, edema na boca e irritação da garganta.

Fonte: FDA NEWS RELEASE, de 02 de abril de 2014.
[box type=”alert” icon=”none”]

Quando devo procurar tratamento médico para alergias?

Como decidir o momento apropriado de procurar um médico?

Este artigo ajudará as pessoas a decidirem-se quando buscar tratamento médico para suas alergias. Se você tem alergias, mesmo que leves, tossir pode trazer consequências para sua saúde. As alergias afetam sua qualidade de vida. Alergias que não são corretamente tratadas podem levar a problemas de sono, dificuldade de concentração, diminuição da habilidade de aprender, halitose e problemas ortodônticos. Quem sofre de alergia com frequência perde dias de trabalho ou estudo.

E tem mais: alergias constantes fazem você sentir-se cansado e esgotado. Não se pode funcionar de modo ideal sentindo-se indisposto, a concentração reduzida pode provocar um acidente ou lesão. Além disso, as alergias que não são corretamente tratadas podem levar a problemas de saúde sérios. É comum que pessoas alérgicas desenvolvam infecções nos seios da face (sinusite), na garganta e na orelha. As tonsilas e adenoides podem ficar alargadas e doentes. Pode haver o desenvolvimento de pólipos, que são crescimentos gelatinosos translúcidos dentro das passagens nasais, devido à irritação nasal contínua e edema que acompanham as alergias. Os pólipos não são tão sérios, mas predispõem o indivíduo a futuras infecções nos seios da face e podem causar obstrução nasal.

As alergias podem também predispor ao desenvolvimento de apneia do sono, um distúrbio que pode ser fatal e faz a pessoa parar de respirar durante o sono. Alergias que não são bem tratadas podem ainda resultar em outros problemas respiratórios crônicos, como a asma; ou em problemas de pele, como eczema e urticária. Você provavelmente conhece indivíduos que aguentam, com resignação, sintomas sazonais ou crônicos de alergia. Esses sofredores não são bons exemplos, você não precisa sofrer tanto, procure um médico especialista, ele vai pesquisar as causas da alergia e recomendar os remédios mais adequados para controlar a doença.[/box]

 

Elaine Peleje Vac
elaine@nossagente.net
(Médica no Brasil)
Não tome nenhum medicamento sem prescrição médica.
Consulte sempre o seu médico.