Exames na escola ou universidade? FCATs?

voltar

MAI/13 – pág. 64

garota-estudando-enem-vestibular34533As partes do cérebro que permitem estudar, lembrar e depois selecionar a informação para as respostas nos testes não têm nada a ver com a parte do cérebro dedicada à emoção, grandemente ativada quando sentimos estresse.
Aliás, se não soubermos lidar com este, causamos um tipo de “curto-circuito”, isto é, perdemos grande acesso à matéria estudada e arrumada!
Por isso, seja estresse, seja zanga, é sempre bom nos acalmar primeiro para que os nossos dons racionais estejam em ordem.
Sete sugestões para lidar com a ansiedade, antes de fazer um exame:
Estude! Estude com tempo e reveja a matéria um dia antes. Se é pai, dê ao seu filho tempo e espaço para isso.
Confie em si! Pense positivamente como: “Vou responder tudo o que sei e sei bastante”; “Mereço ter boa nota”; “Vou manter-me calmo para me ajudar”; “Depois do exame, vou dar-me uma recompensa”. Como pai, lembre isso ao seu filho e mantenha um ambiente calmo.
Durma pelo menos 8 horas e coma bem antes do teste: um café da manhã com proteínas para que o cérebro fique alimentado toda a manhã e não haja distrações mentais devido à recaída de açúcar. As proteínas são metabolizadas em 4-12 horas, enquanto os açúcares (quase todos os cereais dos supermercados) e os carboidratos em 30 minutos, deixando a pessoa cansada e com pouca energia mental. As proteínas facilitam acesso à informação memorizada e deixam a pessoa ativa e focada mentalmente.
Se se sente nervoso, tente relaxar com muitas respirações demoradas e tranquilas; visualize algo calmo e aprenda outras técnicas como a energia de medicina (http://www.innersource.net) e eft (www.emofree.com).
Leve alguns lápis apontados, canetas, calculadora, relógio e tudo o que for necessário, inclusive uma roupa confortável. Treine em casa o tempo: primeiro, dê uma olhada em tudo; depois, responda a tudo o que sabe; em seguida, volte para aquelas que você não sabe, tentando a melhor resposta possível. Mantenha o tempo em mente.
Chegue cedo para se orientar e adaptar-se à aula e não se sentir pressionado.
Faça justiça: escreva tudo o que guardou no seu cérebro. Se você teve disciplina e sacrifício, merece a boa nota que vai ter!
Para qualquer pergunta ou consulta, telefone ou envie um e-mail.

Rosario Ortigao, LMHC, MAC
Conselheira de Saúde Mental
407 628-1009
rosario@ortigao.com