EUA criam cargo de coordenador para comunicações estratégicas contra terrorismo

EUA criam cargo de coordenador para comunicações estratégicas contra terrorismo

O Departamento de Estado norte-americano anunciou nessa quarta-feira (18/02) a criação de um cargo com a função de “desacreditar a propaganda de terroristas”, em particular a da organização Estado Islâmico.

O cargo é o de enviado especial e coordenador para as Comunicações Estratégicas contra o Terrorismo e vai ser desempenhado por Rashad Hussain, um ex-assessor de Obama, informou o Departamento de Estado em comunicado.

“[Hussain vai coordenar] os esforços do governo norte-americano para desacreditar a propaganda dos terroristas e combater a sua capacidade de disseminar mensagens e recrutar aliados, com foco particular no Estado Islâmico”, adiantou a Casa Branca em outro comunicado.

O dirigente vai liderar uma equipe formada por integrantes de vários departamentos e agências dos Estados Unidos. Segundo o Departamento de Estado, o objetivo é aumentar a coordenação e as alianças internacionais para combater o extremismo violento e desenvolver comunicações estratégicas contra o terrorismo em todo o mundo.

Desde 2010 Hussain era o enviado especial dos EUA na Organização para a Cooperação Islâmica e, em 2009, participou do desenvolvimento da política de Obama para o mundo árabe.

Além da nomeação de Hussain, a Casa Branca acrescentou que os EUA e os Emirados Árabes Unidos vão trabalhar em conjunto para estabelecer um centro de comunicações digitais que contraria a propaganda do Estado Islâmico e os seus esforços de recrutamento.

O Departamento de Estado também vai lançar uma iniciativa para animar “estudantes universitários nos EUA, no Canadá, no Norte de África, Oriente Médio, na Europa, Austrália e Ásia a desenvolver conteúdos digitais que contrariem as mensagens dos extremistas violentos”.

Fonte: Agência Brasil