EUA: ao menos 13 pessoas, sendo uma criança, são baleadas em Chicago

EUA: ao menos 13 pessoas, sendo uma criança, são baleadas em Chicago

Policiais isolam o local onde algumas vítimas foram baleadas Foto: AP
Policiais isolam o local onde algumas vítimas foram baleadas
Foto: AP

Pelo menos 13 pessoas, incluindo uma criança de três anos, foram atingidas por tiros em um parque no final da noite dessa quinta-feira em Chicago, nos Estados Unidos. Segundo James Mungovan, chefe dos bombeiros, 11 vítimas foram transportadas para vários hospitais da região logo após a chegada das autoridades. Uma 12ª vítima se dirigiu a um hospital com o próprio carro, de acordo com a polícia, que acrescentou finalmente mais uma pessoa entre o total de feridos mais tarde.

Dos feridos, três estão em estado grave, incluindo a criança. O incidente ocorreu por volta de 22h15, em uma quadra de basquete do parque. Mais de 60 policiais foram deslocados para o local. Ainda não há informações sobre um possível motivo para o tiroteio, nem sobre os autores – ninguém foi preso até o momento.

Julian Harris, 22 anos, disse ao jornal Chicago Sun-Times que homens passaram em um carro e atirou em sua direção, antes de começar a atirar deliberadamente no parque. Harris acrescentou que seu sobrinho de três anos, Deonte Howard, foi atingido no rosto.

“Eles acertaram o poste de luz do meu lado, mas eu me abaixei e corri para dentro de casa. Eles têm vindo por aqui procurando por pessoas para atirar todas as noites, coisas de gangue. É isso que eles fazem”, afirmou Harris.

Ron Gaines, porta-voz da polícia, disse que as vítimas estão sendo questionadas para tentar determinar as causas do tiroteio.

Segundo o jornal Chicago Tribune, dos 13 feridos, foram dez adultos (com idades entre 21 e 41 anos), dois adolescentes (15 e 17 anos) e o menino de três. Os tiros atingiram as vítimas em várias partes do corpo, como pernas, braços, ombros, pés, rosto e estômago.

Com informações da AP e CNN

Fonte: terra.com.br