EUA alertam viajantes para obter ‘planos de contingência’ antes de deixar o país

Para evitar surpresas durante viagem ao exterior o “Departamento de Estado” adverte os viajantes

“Os cidadãos que optam por viajar para o exterior devem fazer planos de contingência, já que podem ter que ficar em um país estrangeiro por mais tempo do que o planejado, o que será por conta própria”, alerta comunicado do “Departamento de Estado” com o avanço da Ômicron

Da Redação

______continua após a publicidade_______

retaxes

Os EUA solicitaram na quinta-feira aos seus cidadãos que viajam ao exterior que tenham “planos de contingência”, pois podem enfrentar “desafios inesperados” no retorno ou ao viajar para outros destinos estrangeiros devido ao aumento da variante Ômicron. “Os cidadãos que optam por viajar para o exterior devem fazer planos de contingência, já que podem ter que ficar em um país por mais tempo do que o originalmente planejado, o que será por conta própria”, disse o “Departamento de Estado” em um comunicado.

Além disso, o “Departamento de Estado” observou que os viajantes americanos devem estar cientes de que podem enfrentar “desafios inesperados” ao tentar retornar ao país ou viajar de um lugar para outro no exterior.

Nesse contexto, recomendou que seus cidadãos adquirissem seguro com cobertura de cancelamento de viagens e assistência médica relacionada à Covid-19, indicando que, em geral, os programas federais Medicare e Medicaid não cobrem despesas médicas no exterior.

A nota observou que alguns países impuseram requisitos de viagem que incluem quarentena na chegada ou para aqueles que tiveram resultado positivo, teste Covid-19, comprovante de vacinação, bem como restrições de viagem e fronteiras fechadas.

E lembrou que os governos de outros países podem implementar essas restrições “em curto prazo”. O “Departamento de Estado” também lembrou que todos os viajantes com destino aos EUA, incluindo seus cidadãos e residentes permanentes, com idade igual ou superior a dois anos, devem apresentar resultado negativo do exame viral realizado um dia antes da partida ou documentos de recuperação, caso tenham contraído o doença.

Importante ressaltar que o país enfrenta aumento no número de casos de Covid-19 nas últimas semanas devido ao avanço da variante Ômicron, embora as autoridades de saúde tenham indicado que é menos grave do que o Delta.



____________________publicidade___________________

seguro

anuncie