Estudo: poluição de produtos feitos na China “retorna” aos EUA

Estudo: poluição de produtos feitos na China “retorna” aos EUA

Poluição do ar cobre a cidade de Pequim Foto: AFP
Poluição do ar cobre a cidade de Pequim
Foto: AFP

Um estudo indica que a poluição do ar na China que é levada pelo vento através do Pacífico até os Estados Unidos é geralmente causada pela produção de bens que serão exportados para os americanos e europeus. A pesquisa foi divulgada nesta segunda-feira na publicação especializada Proceedings of the National Academy of Sciences.

“Nós estamos terceirizando muito da nossa manufatura e da nossa poluição, mas boa parte está voltando através do Pacífico para nos assombrar”, diz Steve Davis, da Universidade da Califórnia em Irvine (EUA), coautor do estudo. “Há muitas reclamações sobre como a poluição na China está afetando outros países, esse artigo mostra que talvez boa parte da culpa deva ser compartilhada.”

A poluição que sai da China faz com que Los Angeles, por exemplo, tenho um dia a mais por ano em que o ‘smog’ (neblina tóxica) exceda o limite federal. Em outros dias, cerca de um quarto da poluição por sulfatos na costa oeste americana é causada por fábricas chinesas que preparam produtos para exportar para os Estados Unidos e Europa.

Os ventos que sopram da China para os Estados Unidos podem levar poluentes em poucos dias até o continente americano. Poeira, ozônio e carbono se acumulam em vales e bacias de Estados do Oeste.

“Quando você compra algo no Walmart, ele foi feito em outro lugar. O produto não contém a poluição, mas produzi-lo causa poluição”, diz Davis.

Fonte: terra.com.br