Estudo de câncer impressiona com remissão da doença em todos os pacientes

Divulgação

Um estudo, recém publicado no New England Journal of Medicine, revelou que 14 pacientes acometidos de câncer retal entraram em remissão após serem tratados com um novo medicamento: o Dostarlimab. 

Foram cerca de seis meses de tratamento, e o resultado surpreendeu não só os os pacientes mas também os pesquisadores: Sascha, a primeira paciente do estudo, estava indo para Nova York fazer radioterapia quando recebeu a notícia de seu oncologista, que o câncer havia entrado em remissão.

______continua após a publicidade_______

seguro

A droga é um inibidor de controle, ou seja, basicamente tira o freio das células imunes, liberando-as para reconhecer e atacar células do câncer. Além de se curarem da doença, os pacientes não tiveram efeitos adversos por conta do uso de Dostarlimab. 

Durante um período de seis meses, a droga era administrada aos pacientes a cada três semanas. Se caso o resultado do estudo fosse negativo, a solução seria a quimioterapia ou uma cirurgia complexa que poderia desencadear em efeitos colaterais severos.

De acordo com declarações do autor do estudo, o Dr. Luis A. Diaz Jr, ao jornal New York Post,  essa taxa de sucesso é inédita. “Eu acredito que essa é a primeira vez que isso acontece na história do câncer”, afirmou. 



____________________publicidade___________________

seguro

anuncie