Energia solar

Energia solar

voltar

MAR/15 – pág. 47

sua_casa_linoUma forma de se economizar energia em sua residência ou negócio, e até gerar algum dinheiro, é a instalação de energia solar. Esse sistema é formado por três peças principais: o painel solar (que gera a energia), o inversor (que converte a energia de DC para AC) e o NEM (que controla o uso da energia e liga seu sistema à grade de energia elétrica de sua região). Com células solares, podemos utilizar a luz solar para gerar eletricidade. Todos os dias, a luz atinge os painéis solares do seu telhado com fótons (partículas de luz solar). A eletricidade produzida pelo painel solar é do tipo corrente direta “DC”. Para essa eletricidade ser usada em eletrodomésticos (televisão, computadores, torradeiras etc.), um inversor precisa ser instalado.

Medição de energia líquida, ou “NEM” (sigla em inglês), é um arranjo especial de cobrança que oferece crédito aos clientes com sistemas solares de painéis voltaicos para o valor de varejo de acordo com a eletricidade que seu sistema gera. O NEM controla toda a eletricidade que seu sistema solar produz. Qualquer energia solar não usada voltará para a rede elétrica através do medidor. À noite ou em dias nublados, quando o sistema não está produzindo, consome-se eletricidade da grade elétrica normal. A companhia elétrica fornecerá um crédito em dólar para qualquer excesso durante um determinado período.

Sob um acordo de medição de energia líquida, a companhia elétrica continuará a ler o medidor mensalmente e a enviar um extrato mensal, indicando a quantidade líquida de eletricidade consumida ou exportada para a grade de serviço público (durante o período de faturamento). Um cliente comercial de pequeno porte ou residencial tem a opção de pagar o consumo líquido mensal ou a conta a cada 12 meses. Contate a companhia elétrica da sua região para as opções de faturamento.

Como consumidor, pode-se tirar a vantagem de uma variedade de créditos fiscais para a compra de energia eficiente. Alguns créditos tributários federais foram autorizados pelo ato de estabilização econômica de emergência de 2008 (use formulário do IRS 5695 para aplicar para o crédito fiscal). Créditos de imposto sobre energia estão disponíveis a partir de 2015 até o final de 2016. Os proprietários podem obter um crédito fiscal federal para abater no imposto de renda 30% para a instalação de energia limpa, tais como energia solar ou eólica etc.

A energia solar – para gerar eletricidade (células fotovoltaicas) – está custando menos a cada ano. Por exemplo, há poucos anos (três ou quatro), para se instalar energia em uma casa que gerasse em média 900 kwh, gastava-se aproximadamente $70.0000.00. Hoje, esse mesmo sistema custa em média $20.000.00.

Existe, ainda, o aquecimento de água que somente é usado para aquecer a água (sem gerar energia elétrica). Em média, hoje, instala-se um aquecedor para uma casa com 2 ou 3 banheiros por aproximadamente $4.000.00. Nesse investimento, os incentivos de taxas também podem ser aplicados.

Lino Cervino
Engenheiro Civil no Brasil e State 
Certified General Contractor nos EUA.
www.focusbulders.net
linocervino@nossagente.net