Donald Trump lança candidatura para segundo turno em Orlando

Donald Trump lança candidatura para segundo turno em Orlando

Amway Center torna-se palco ideológico para eleitores e apoiadores do Republicano

Edição de junho/2019 – p. 17

Donald Trump lança candidatura para segundo turno em Orlando

Era junho de 2015 quando o então empresário Donald J. Trump desceu as escadas de sua propriedade em Manhattan – a popular Trump Tower – cumprimentou os convidados e apoiadores e, mesmo contrariando as expectativas de especialistas políticos, lançou mão de sua candidatura ao cargo mais alto do poder executivo dos Estados Unidos.

Quatro anos depois, após um mandato cercado de altos e baixos, o hoje presidente Donald Trump mais uma vez surpreende eleitores ao escolher Orlando, na Flórida, como o palco para o lançamento da corrida para o segundo mandato presidencial. “Anunciarei meu segundo mandato presidencial com a primeira-dama Melania, vice-presidente Mike Pence e a segunda-dama Karen Pence em 18 de junho em Orlando, Flórida, no Amway Center de 20.000 lugares”, anunciou o presidente em sua conta oficial no Twitter. “Junte-se a nós para esta corrida histórica!”

O ácido discurso de Trump há quatro anos, que acusava mexicanos de serem estupradores e trazerem crime e drogas para os Estados Unidos, foi um precursor da campanha e da presidência que estava por vir. Contrariando as expectativas, Trump adotou o estilo que se tornou sua marca registrada e que, mais tarde, o levou à Casa Branca.

Agora, Trump e sua equipe têm organizado fortemente o “Make America Great Again” em todo o estado da Flórida por meses, mesmo após outras ideias de campanha terem sido consideradas pela equipe do presidente (como uma espécie de turnê por vários estados ou uma recriação do evento de lançamento de 2016). Durante a apuração dos votos da Flórida na eleição contra Hillary Clinton, Trump venceu por uma diferença modesta, o que certamente foi um fator decisivo para a escolha do Sunshine State neste momento.

De acordo com uma reportagem publicada pelo canal de TV Wesh 2, afiliada da NBC, a prefeitura da cidade de Orlando deve pagar as contas pela segurança durante todo o evento, além de também arcar com os custos de seguro e de eletricidade, pessoal e outras eventuais contas do prédio alugado pelo comitê de campanha para hospedar o presidente. O Amway Center foi alugado por cerca de 146 mil dólares, também paga pela comissão de campanha do presidente.

Contra-evento – como era previsto, a vinda de Donald Trump movimentou não somente apoiadores do agora candidato, mas também atividades contra o Republicano. A deputada estadual Anna Eskamani, do partido democrata, já havia anunciou sua participação em um evento contrário ao atual governo e contra a candidatura de Trump para mais um turno no comando da Casa Branca. O encontro ocorreu no Stonewall Bar Orlando, poucos quarteirões de distância do Amway Center.

Com a oficial entrada de Trump para a corrida eleitoral 2020, a pressão a outros candidatos deve se intensificar. Além dele, o senador pelo estado de Vermont, Bernie Sanders, anunciou em fevereiro que vai concorrer à presidência como independente. Eric Swalwell, deputado do estado da Califórnia, anunciou em abril que vai concorrer pelo partido Democrata.