Curiosidades do Mundo da Moda

voltar

FEV/12 – pág. 54

Todo fashionista de plantão sabe que a bolsa Birkin, da Hermès, a mais luxuosa do mundo, é símbolo de status e bom gosto, vista toda hora nas mãos de celebridades mundo afora. De tanta divulgação sobre ela, as réplicas se espalharam na velocidade da luz para tentar atender o desejo da massa que deseja se igualar (ou pelo menos tentar!) aos famosos e endinheirados capazes de gastar entre U$ 9.000 a U$ 34.000 dólares por um modelo como esse, uma média de R$ 30.000 reais.

Hermes - BirkinA Birkin nasceu em 1984, quando a atriz Jane Birkin quebrou uma cesta com todas as suas coisas em uma viajava de avião e se queixou de que, na bolsa (além de frágil), não cabia sua agendinha. Foi então que o presidente da Hermès, Jean-Louis Dumas, que estava no avião, resolveu modificar o antigo modelo existente chamado Kelly (homenagem à Grace Kelly) para uma bolsa com alças duplas, mais resistente e capaz de conter todo o desejado por uma mulher. A bolsa, claro, tornou-se a preferida da atriz e de muitas outras. A bolsa é feita à mão e precisa de dois jacarés, isso mesmo, dois jacarés (ecologistas, atenção!) para fazer uma Birkin. Eles utilizam apenas as partes da barriga e do papo do animal.

Se você pretende adquirir uma, vá de laranja, a cor símbolo da Hermès, e depois de azul turquesa, mas se não conseguir, vá de qualquer cor, até porque a fila de espera para comprar uma Birkin chega a quase 2 anos em qualquer loja oficial da marca. Para quem não pode arcar com tamanho custo, já existem, no mercado, versões mais baratas e acessíveis, seja de plástico ou de um couro sintético.

Valéria Didier
Consultora de Imagem
moda@nossagente.net
www.temqueterestilo.com.br