Correspondente do PFC em New York foi conferir a expectativa de Seleção Americana para o Mundial no Brasil

Correspondente do PFC em New York foi conferir a expectativa de Seleção Americana para o Mundial no Brasil

Karin Duarte - Correspondente do PFC em Nova York
Karin Duarte – Correspondente do PFC em Nova York

A repórter correspondente do PFC em Nova York, Karin Duarte, foi conferir para o “SporTV News” e “Redação SporTV” como anda expectativa dos jogadores da seleção americana para o Mundial no Brasil. O artilheiro da seleção, Landon Donavan está ansioso pela competição em terras Tupiquins:

– “Espero que seja animada, muito divertida, acho que as pessoas estão animadas. Pra gente é trabalho, mas também é diversão e esperamos o melhor.”, disse o jogador.

A seleção americana, no entanto, tem um caminho nada fácil pela frente. O país está num dos grupos mais difíceis da competição, como lembra o meio campo Michael Brandley.

– “Nosso primeiro jogo é contra Gana, temos que começar bem, temos que somar pontos. Depois disso jogar contra o ótimo time de Portugal, com o jogador que considero o melhor do mundo atualmente e terminar contra a Alemanha, eles que mostraram nos últimos anos que tem um dos mais jovens e promissores times da Europa. Sabemos que para irmos bem e passarmos do grupo temos que jogar nosso melhor”, afirmou Bradley.

Os americanos não são os únicos a estarem preocupados. A Austrália também está num dos grupos da morte ao lado de três seleções fortíssimas.

– “Vai ser duro! Primeiro jogo contra o Chile, depois Holanda e depois Espanha. A Australia não tem nada a perder, tem que se divertir e se conseguirmos os resultados certos poderemos chatear algumas das melhores seleções do mundo.”, analisa Tim Cahill, meio campo da Austrália.

Para o maior artilheiro da seleção americana com 57 gols marcados, o Mundial tem os seus segredos e surpresas.

– “Há coisa que você só sabe tendo a experiência de disputar uma copa. Você pode jogar um bom tempo na Europa, na Champions League, mas até jogar uma copa, você não entende como é. Há muita animação, tem muita coisa acontecendo, mas ao mesmo tempo você tem que fazer o que sabe e jogar  o melhor que puder e para isso tem que relaxar um pouco.”, conclui Donovan.

A matéria foi um dos destaques do “SporTV News” da última segunda-feira, 17, na edição da noite (às 23h), e também do “Redação SporTV” desta quarta-feira,18 às 10h (horário de Brasília). Com o PFC o assinante fica por dentro dos assuntos mais badalados do mundo esportivo, além da transmissão de jogos ao vivo durante a  programação.