Compras online de Natal ficam abaixo da expectativa nos EUA

Compras online de Natal ficam abaixo da expectativa nos EUA

Segundo dados da comScore, consumidores usaram seus desktops para gastar 10% mais que em 2012, mas o resultado final foi muito menor que o projetado

shopping cartEntre os dias 1 de novembro de 22 de dezembro, os americanos gastaram US$ 42,8 bilhões fazendo compras online a partir dos seus desktops. O valor é 10% superior a 2012 mas, segundo a comScore, ficou bem abaixo do projetado para o período.

A empresa de digital analytics esperava um crescimento de 14% nas vendas online via desktop, disse o porta-voz da comScore, Andrew Lipsman. Os números da  comScore não incluem shopping online usando smartphones e tablets. A empresa divulga os dados de mobile shopping trimestralmente.

“Nossa expectativa para a temporada de compras online de final de ano antecipava um movimento mais forte da parte dos consumidores por conta do calendário mais curto deste ano”, disse Gian Fulgoni, chairman da comScore. “Infelizmente, o que não estava nas cartas era que a última semana de compras teria um desempenho tão suave”, completou.

______continua após a publicidade_______

seguro

O histórico do comportamento do e-commerce apontava para mais movimento. As vendas online durante o feriado de Ação de Graças nos Estados Unidos, em 28 de novembro, foram de US$ 766 milhões, 21% maiores que no ano anterior. E as vendas durante a Black Friday, 29/11, cresceram 15% sobre 2012, atingindo US$ 1,2 bilhão. Na Cyber Monday, dia 2 de dezembro, o salto foi de 18%, atingindo vendas de US$ 1,8 bilhão.

A Cyber Monday e o dia seguinte foram os dois dias de maior compra online da temporada, diz a comScore. No dia 3 de dezembro, terça-feira, as vendas ficaram acima de US$ 1,4 bilhão e o terceiro dia mais movimentado foi 9 de dezembro, com vendas de US$ 1,4 bilhão.

A categoria mais procurada em 2013 foram consoles e acessórios para videogame, tirando vantagem do lançamento duplo da Microsoft, com o xBox One, e da Sony, com o novo PlayStation 4. Outras categorias com bom desempenho foram roupas e acessórios; eletrônicos de consumo, turbinados por vendas de smartphones; e hardware, acelerado pelas vendas de tablets, divulgou a comScore.

Fonte: idgnow.uol.com.br



____________________publicidade___________________

seguro

anuncie