Companhias aéreas investem em novos aviões; segurança a viajantes e tripulantes  

Investimentos em aviões mais modernos é a meta das companhias aéreas em tempos de coronavírus

 

Diante do aumento de casos de Covid-19 e da variante Ômicron as companhias aéreas estão investindo em aviões mais modernos, que tragam segurança a passageiros e tripulação. Haverá espaço e equipamentos compatíveis a atual onda de infecções no mundo  

Da Redação 

Com aumento de casos de Covid-19 e da variante Ômicron as companhias aéreas estão investindo em aeronaves mais modernas – com mais espaço –, vislumbrando um futuro que traga maior segurança aos passageiros e tripulações. Como as doenças que progridem, o assunto vem obtendo relevância para o setor da aviação, que sofre com o impacto do número de infeções no mundo, resultando em proibições de voos, sem mencionar o índice de viajantes com resultado positivo na chegada. Cancelamentos de voos com a falta de pilotos foi problema durante o movimentado período de feriados. 

______continua após a publicidade_______

seguro

Um dos principais desafios para as companhias aéreas em 2022 é gerenciar a certificação de vacinação. Isso é especialmente verdadeiro quando se trata de definir o que significa “vacinado”, principalmente em relação às doses de reforço ou terceiras doses. 

Por exemplo, os viajantes que receberam uma vacina de dose única continuarão sendo contados como totalmente vacinados nos próximos meses? E aqueles que tomaram as vacinas de duas doses, mas não receberam uma de reforço? 

A meta é obter aviões que acomodam mais passageiros com conforto e maior espaçamento entre poltronas. A indústria da aviação tende a oscilar entre dois pontos: “vender novos aviões” e “construir esses aviões”.

A Airbus, por exemplo, está avançando com as entregas apesar da pandemia, e a fabricante de aviões pretende construir ainda mais da sua popular família A320neo – especialmente os A321neos, mais longos e que pode acomodar até 244 passageiros em um layout totalmente econômico. 

A Boeing teve atraso com o Max, devido a segurança de aterramento, enquanto as entregas do Dreamliner foram interrompidas por mais de um ano devido a problemas de qualidade de produção. Mas eles eventualmente serão retomados, e as companhias aéreas provavelmente colocarão a aeronave diretamente em serviço. 

Os aviões mais antigos estão sendo aposentados com a pandemia; os passageiros estão mais propensos do que nunca a voar em aeronaves mais novas – que ofereça segurança com o coronavírus -, com entretenimentos melhores e mais confortos modernos em 2022. 

Aeroportos renovados 

Em contrapartida, nos aeroportos alguns novos terminais serão inaugurados em Nova York. Primeiro será o Terminal C, do Aeroporto de LaGuardia, sede da Delta Air Lines, que deve ser inaugurado na primavera dos EUA. Este novo terminal será definitivamente uma grande melhoria na experiência do passageiro. O novo Terminal A (anteriormente chamado de Terminal One, um pouco confuso) será inaugurado em Newark, em Nova Jersey, do outro lado do rio Hudson de Manhattan, no final do ano. 



____________________publicidade___________________

seguro

anuncie