Celebre bem o Natal, Hanukkah, Kwanzaa ou Solstício de Inverno!

Celebre bem o Natal, Hanukkah, Kwanzaa ou Solstício de Inverno!

voltar

DEZ/2016 – pág. 38

sua_saude_rosario

Para quase todos, esta é a época do ano que traz celebrações religiosas, compras, presentes, viagens, decorações, reuniões sociais e familiares. Li no Facebook o que minha sobrinha escreveu: “Natal?? Agora, não! Talvez em janeiro!”. Sei que é para brincar, mas comecei a pensar que, realmente, nem sempre estamos prontos para mais uma data como essa! Especialmente, se estivermos nos sentindo tristes e/ou estressados e, mesmo assim, tivermos que mostrar “boa cara”. Mas o Natal não é para isso? Para nos ajudar contra a tristeza, desespero e solidão? Cristão ou não, que tal nos esforçarmos para focar na parte espiritual e ganharmos mais paz emocionalmente?

Sugestões:

  • oferecer nosso tempo ou nossas ações, em vez de prendas;
  • distribuir presentes ou comida aos pobres;
  • visitar alguém idoso ou que more sozinho, ir ao hospital ou à prisão;
  • voluntariar-se, nem que seja com a própria família ou vizinhos;
  • cozinhar algo com a família;
  • caminhar na praia (em uma tarde de inverno), ou no campo (em Wekiva ou Blue Springs). Aproveitar para fazer um piquenique;
  • olhar para um pôr de sol com gratidão;
  • fazer yoga, tai chi ou qigong, se possível no parque ou na praia;
  • rezar/meditar – se nunca o fez, aprenda! Escute, por exemplo: www.youtube.com/watch?v=F6eFFCi12v8
  • ler livros ou assistir a filmes bonitos como “The Letter Writer”;
  • decorar nossas casas ou espaços de trabalho;
  • lembrar que “menos é mais”.

Dentro de todos nós existem energias que nos levam a agir; todos nós queremos, precisamos e acabamos interagindo. Se essa interação for satisfatória, tiramos partido e criamos um significado positivo na nossa vida, em nós mesmos e nos outros. Porém, se essas interações forem repetidamente insatisfatórias (principalmente desde crianças), a vida passa a não fazer sentido e podemos perder confiança nos outros e/ou em nós mesmos, coibindo-nos de interagir.

Se isso acontecer, quero convidá-los para uma resolução neste Natal e Ano Novo: sanemos essas memórias e feridas para sempre e vamos desfrutar de toda a beleza existente à nossa volta, bem como obter relações satisfatórias. Somente assim a vida faz sentido! Vamos conversar com pessoas idôneas ou profissionais. Para tudo existe solução… ou tudo pode ser melhorado!

Boas Festas e Feliz Ano Novo!

Telefone ou envie um e-mail se precisar de meu apoio (inclusive sobre o grupo de apoio para todos os recém-chegados imigrantes que se sentem desesperados). Para mais dicas e recomendações, permitam-me recomendar os meus dois e-books e vídeo, respectivamente: “Autoestima e Relacionamentos – Segredos Essenciais”; “Autoestima – Ferramentas Indispensáveis e Segredos Saborosos para um Bem-Estar Físico e Mental”, (http://www.ortigao.com/EbooksandVideos.en.html).


Rosario Ortigao, LMHC, MAC
Conselheira de Saúde Mental
407 628-1009
rosario@ortigao.com