Brightline inicia a construção de linhas ferroviárias de Orlando nos próximos 45 dias

Brightline inicia a construção de linhas ferroviárias de Orlando nos próximos 45 dias

Edição de abril/2019 – p. 10

Brightline inicia a construção de linhas ferroviárias de Orlando nos próximos 45 dias

Os trabalhos em um novo projeto ferroviário de alta velocidade de 2 bilhões de dólares, ligando Orlando ao sul da Flórida, deve começar no próximo mês. A Brightline, que em breve se chamará Virgin Trains USA, quer executar serviços ferroviários de alta velocidade do Aeroporto Internacional de Orlando para um centro de distribuição em West Palm Beach, que já está em operação com uma linha que se estende até o centro de Miami. Ben Porrit, que é vice-presidente sênior da Virgin Trains USA, diz que o trabalho de construção deve começar na extensão de Orlando nos próximos 30 a 45 dias.

“Teremos, ao longo de um período de tempo, cerca de 43 locais diferentes, onde a construção ocorrerá ao longo do corredor”, disse Porritt. A principal estação da Virgin em Orlando será na nova estação intermodal do Aeroporto Internacional de Orlando, com a linha férrea indo para o leste, paralela à State Road 528, até Cocoa, onde a linha segue para West Palm Beach.

Os trens devem manter um ritmo de mais de 125 milhas por hora durante partes da caminhada, levando pessoas de Orlando a Miami em cerca de três horas. A rota de Orlando está prevista para abrir até o ano de 2022. A Virgin também está de olho em possíveis futuras paradas em outros lugares, incluindo a Walt Disney World, embora Porritt diga que um acordo está longe de ser feito. “Tivemos muitas conversas produtivas com a Disney, estivemos pesquisando estações na Disney, bem como negociando com a cidade para Tampa, estamos olhando para a Space Coast e Treasure Coast, todas essas estações são algo que ainda estamos pesquisando, disse Porritt.

Várias pessoas do condado de Indian River dizem que ainda estão preocupadas com os trens que operam em alta velocidade pelas áreas centrais, bem como com a segurança financeira do projeto. O Nossa Gente ainda acompanha os desdobramentos deste empreendimento que deverá impactar fortemente vários setores da Flórida, especialmente o setor turístico.