Biden visitará estados atingidos por tornado no fim de semana; 80 mortos

As buscas continuam por sobreviventes nas áreas atingidas pelo tornado em seis estados do país

Até o momento 80 pessoas morreram e outras continuam desaparecidas após o tornado que atingiu seis estados americanos no final de semana, provocando destruição total. O presidente Joe Biden confirmou visita nas áreas atingidas

Da Redação

Continuam intensivos os trabalhos de buscas por sobreviventes do tornado que atingiu seis estados no sudoeste dos EUA, e, até o momento 80 pessoas morreram e outras continuam desaparecidas. Equipes de emergência seguem atuantes no estado do Kentucky, após fortes tempestades atingirem a região entre sexta-feira e sábado.

O presidente Joe Biden enviou ajuda federal e afirmou em coletiva querer visitar os estados atingidos pelos tornados, mas que só fará a viagem em momento oportuno, pois a presença do democrata com toda sua equipe poderia atrapalhar os trabalhos de resgate.

Andy Beshear, governador do estado, disse em entrevista que o trabalho das equipes de resgate tem sido dificultado pela grande quantidade de escombros nas ruas e também pelo frio. Em algumas cidades do Kentucky, as temperaturas pela madrugada ficaram abaixo de zero e houve registro de geada.

Disse ainda Beshear que pelo menos 56 mil casas seguem sem eletricidade. O governador evitou comentar o número de mortos e desaparecidos, mas afirmou que a estimativa seja de 100 vítimas fatais.

“Tenho cidades que estão perdidas. A cidade do meu pai, Paxton, não está de pé. É difícil descrever”, afirmou o democrata à CNN. “Nós costumamos bater de porta em porta para ver se as pessoas estão bem, mas não há mais portas.”

Estados atingidos

Além de Kentucky, outros cinco estados – Arkansas, Illinois, Mississippi, Missouri e Tennessee – foram afetados por tornados. Em Illinois, na cidade de Edwardsville, uma fábrica da Amazon foi parcialmente varrida pela ventania, deixando ao menos seis funcionários mortos. Segundo a porta-voz da companhia, um aviso no sistema de som foi emitido aos trabalhadores 11 minutos antes do acidente.

Em Arkansas, o governador republicano Asa Hutchinson disse estar preparando a documentação para requerimento da declaração de emergência no estado – assim como em Kentucky.

Hutchinson chamou de “milagre” o fato de apenas uma pessoa ter morrido em um asilo com 67 ocupantes, onde todos os residentes foram levados para os corredores do local como forma de prevenção momentos antes do fenômeno.