Biden pede aos governadores e prefeitos a exigência do uso de máscara; EUA temem quarta onda da pandemia

O uso da máscara deve se intensificar, pede Joe Biden, para evitar a quarta onda da pandemia

 

Nas últimas duas semanas, em nove estados as infecções aumentaram mais de 40%, incluindo Nova York e Pensilvânia. EUA temem uma quarta onda da pandemia segundo o alerta de autoridades de saúde. O presidente Joe Biden pediu aos governadores e prefeitos que restabelecessem os mandatos das máscaras em seus estados e cidades

 

Da Redação

A chamada quarta onda da Covid-19 nos EUA é preocupação das autoridades de saúde, que alertam para o perigo iminente. Nas últimas duas semanas, em nove estados as infecções aumentaram mais de 40%, segundo o banco de dados do The Times. Michigan liderou com um aumento de 133%, e Northeast também viu um aumento acentuado nos casos de vírus. Connecticut relatou um salto de 62% nas últimas duas semanas, e Nova York e Pensilvânia relataram aumentos de mais de 40%.

Em pronunciamento nesta segunda-feira, o presidente Joe Biden pediu aos governadores e prefeitos que restabelecessem os mandatos das máscaras em seus estados e cidades. O apelo foi feito poucas horas depois de a diretora a diretora dos “Centros de Controle e Prevenção de Doenças (CDC)”, Rochelle Walensky, alertar sobre a “desgraça iminente” de uma potencial quarta onda da pandemia.

“Por favor, isso não é política, restabeleçam o mandato. O fracasso em levar este vírus a sério é exatamente o que nos colocou nessa confusão em primeiro lugar”, disse Biden com preocupação, que determinou a abertura de uma dúzia de novos centros de vacinação em massa.

E mesmo com o processo de vacinação acelerado, o vírus continua em ascensão. Com isso, as autoridades têm feito apelos para que a população continue seguindo os conselhos de saúde pública, como usar máscaras e praticar o distanciamento social, para conter a propagação do vírus.

De acordo com um banco de dados do New York Times, a média semanal de novos casos no domingo era de cerca de 63 mil, um nível comparável à média do final de outubro. Isso foi acima de 54 mil por dia duas semanas antes, um aumento de mais de 16%. Aumentos semelhantes na Europa levaram a grandes surtos na disseminação da Covid-19.

Com maior oferta de doses, os estados estão expandindo rapidamente o acesso à vacina. Na segunda-feira (29), pelo menos seis (Texas, Kansas, Louisiana, Dakota do Norte, Ohio e Oklahoma) tornaram todos os adultos elegíveis para a vacinação. Nova York disse que todos os adultos seriam elegíveis a partir de 6 de abril.