Aumento dos custos do gás natural pode elevar contas de serviços públicos na Flórida

Consumidores residenciais poderão sentir o aumento nas contas mensais de eletricidade

 

Os clientes da “Tampa Electric Co.” e da “Duke Energy Florida” podem ter que pagar um pouco mais nas contas de eletricidade neste outono, devido aos custos do gás natural mais altos do que o esperado. Os motivadores dessa mudança são os baixos níveis de armazenamento natural e a alta demanda por exportações de gás natural liquefeito e produção estática 

 

Da Redação 

A “Tampa Electric” pediu à “Comissão de Serviço Público” da Flórida para aprovar uma proposta que aumentaria as contas dos clientes de setembro a dezembro – depois que “Duke Energy Florida” apresentou uma proposta semelhante no início do mês. Ambas concessionárias, que têm um total combinado de cerca de 2,7 milhões de clientes, culparam os preços do gás natural que abastece as usinas. A “Comissão de Serviço Público” aprovou em abril um aumento nas contas dos clientes da “Florida Power & Light” devido aos custos do gás natural. 

Em seu arquivamento na segunda-feira, a “Tampa Electric” disse que a mudança nos preços do gás “deve ser uma mudança fundamental do mercado que continua no ano atual e em 2022. Os motivadores dessa mudança são os baixos níveis de armazenamento natural e a alta demanda por exportações de gás natural liquefeito e produção estática. ” 

As concessionárias gastam centenas de milhões de dólares por ano em gás natural, sendo os custos repassados ​​aos clientes. A “Comissão de Serviço Público” aprova anualmente os custos de combustível projetados que são incluídos nas contas dos clientes. 

Se aprovada, a proposta da “Tampa Electric” teria um impacto maior nas contas dos clientes. Os consumidores residenciais que usam 1.000 quilowatts-hora de eletricidade por mês veriam suas contas mensais aumentarem US $ 12,82 de setembro a dezembro, de acordo com o documento.

Já os clientes da “Duke” podem ver aumentos de US $ 4,28 por mês, embora a proposta da “Duke” ofereça dois cenários de aumentos começando em setembro ou outubro. A proposta da Duke envolve custos de combustível sub-recuperados a partir de 2020 e sub-recuperações projetadas para 2021. 

Embora a Tampa Electric e a Duke estejam tentando avançar com os aumentos neste outono, a Gulf Power disse na semana passada em um documento regulatório que não seguiria uma estratégia semelhante. A Gulf disse que incluiria custos de combustível sub-recuperados em um processo para 2022 para “mitigar os impactos da conta” durante os meses restantes deste ano.