Aprovado projeto de lei para acabar com o autogoverno da ‘Disney’ em Orlando

Legisladores aprovaram projeto de lei na quinta-feira; a medida foi enviada ao governador Ron DeSantis

Os legisladores da Câmara aprovaram o projeto em uma votação de 70 a 38 após a votação do Senado por 23 a 16 a favor da medida na quarta-feira. A “Disney” controla 25.000 acres na área de Orlando com permissão para construir novas estruturas

Da Redação

Foi aprovado na quinta-feira pela “Câmara dos Deputados da Flórida” um projeto de lei para eliminar o distrito especial que permite que a “Disney” autogoverne seu parque temático na área de Orlando. A medida foi enviada ao governador Ron DeSantis para sua aprovação.

______continua após a publicidade_______

retaxes

DeSantis pediu ao Legislativo para apoiar a medida durante sua sessão especial nesta semana. Os legisladores da Câmara aprovaram o projeto em uma votação de 70 a 38 após a votação do Senado por 23 a 16 a favor da medida na quarta-feira.

DeSantis pediu apoio do Legislativo para aprovação da medida

A legislação desmantelaria o distrito especial da “Disney” em 1º de junho de 2023. O distrito de “Reedy Creek”, criado por uma lei estadual de 1967, permite que a “Disney” se autogoverne coletando impostos e fornecendo serviços de emergência.

A “Disney” controla cerca de 25.000 acres na área de Orlando, e o distrito permite que a empresa construa novas estruturas e pague taxas de impacto para tal construção sem a aprovação de uma comissão de planejamento local.

O esforço para eliminar o distrito da Disney, conhecido como “Reedy Creek Improvement District”, ocorre depois que DeSantis começou a atacar a corporação por causa das críticas da empresa à lei “Don’t Say Gay”, patrocinada pelos republicanos, que busca evitar discussões em sala de aula sobre identidade de gênero e relações sexuais – orientação desde o jardim de infância até a terceira série.

O governador pediu a eliminação de todos os distritos especiais estabelecidos antes de 1968, incluindo o distrito de “Reedy Creek”.

Como fica?

O “Reedy Creek District” administra e paga pelos serviços de água e esgoto, energia, rodovias e bombeiros. Também paga ao Gabinete do Xerife do Condado de Orange pelos serviços de aplicação da lei. Sua eliminação implicaria não apenas que os condados de Orange e Osceola assumam essas despesas, mas também a dívida de quase US $ 1.000 milhões que o distrito possui, conforme exigido pela lei da Flórida.

“As perspectivas econômicas para o estado da Flórida são muito complicadas porque estamos lutando contra aquele que nos move 80% dos empregos no centro do estado”, disse o economista Rafael Botero quando questionado pelo Telemundo 31.

O analista econômico Mike Hernandez concordou com isso e garantiu que, na política da Flórida, “Mickey Mouse nunca é atacado”.

____________________publicidade___________________

seguro

seguro

anuncie