Apesar de entender saída de Bernard, Victor avisa: ‘Vai perder cereja do bolo’

Apesar de entender saída de Bernard, Victor avisa: ‘Vai perder cereja do bolo’

Goleiro do Atlético-MG diz que só pensaria em deixar o Galo após o Mundial de Clubes, em dezembro. E mais: revela que elenco do Atlético-MG ficou ‘chocado’ com derrota por 8 a 0 sofrida pelo clube santista

BemAmigosEnquanto o técnico Cuca cobra por reforços, muitos torcedores do Atlético-MG temem pela saída de alguns jogadores que fizeram parte da campanha do título da Libertadores, como o atacante Bernard. No programa “Bem, Amigos!”, do canal PFC Internacional, o goleiro Victor ressaltou que, apesar do desejo de que o grupo todo permaneça junto para o Mundial de Clubes em dezembro, é preciso respeitar a escolha de cada um deles. As brincadeiras, porém, não ficam de lado

– Uma transferência de clube é algo muito pessoal, cada um tem suas prioridades e seu modo de pensar. Em 2010 tive uma proposta para sair do Grêmio para um time italiano e a diretoria do Grêmio optou por renovar meu contrato naquela época, e achei que valeria à pena permanecer. Cada um tem suas prioridades. Claro que a gente brinca dizendo: “Vai perder o Mundial, a cerejinha do bolo você não vai pegar”. Mas é algo muito pessoal – avalia o jogador.

O principal desfalque para o Mundial deverá ser mesmo o atacante Bernard, que já viajou para a Ucrânia para conhecer o Shakhtar Donetsk, clube que fez proposta milionária pelo seu passe. Victor lembra a pouca idade do ainda companheiro e a possibilidade de conhecer uma nova cultura.

– No caso do Bernard, um jovem de 21 anos, com a possibilidade de conquistar sua estabilidade financeira, é algo que pesa muito. A Ucrânia hoje é um dos países que melhor paga e investe muito no futebol. Em termos de seleção isso pode acabar desconfigurando um pouco o trabalho dele, porque acompanhar um time em evidência no Brasil é mais fácil. Mas é um grande clube, um time que tem vários brasileiros, a possibilidade de vivenciar outra cultura pode pesar. Eu valorizaria muito poder proporcionar isso para minha família. Mas vai da cabeça de cada um, a gente brinca, mas é muito pessoal.

Quanto a si mesmo, o goleiro do Galo não fecha as portas para uma possível saída, mas, de olho no Mundial no Marrocos, não pensa em sair antes de 2014.

– (Só sairia) se fosse algo muito bom, mas deixaria para 2014. Em 2013 quero poder disputar esse Mundial.

Além de Bernard, outro importante jogador do Atlético-MG na Libertadores, Ronaldinho Gaúcho, passou a ser alvo do mercado estrangeiro. Mas, nesta segunda-feira, o próprio R10 negou ida para o Besiktas, da Turquia.

A Goleada do Barça sobre Santos foi outro assunto comentado durante o programa. Para o goleiro, o jogo serviu de alerta para possível Galo x Bayern.

– Estávamos treinando e, na hora que saímos, acabamos sabendo desse resultado e todo mundo ficou chocado. Claro que sabemos da qualidade do time do Barcelona, mas é um resultado que, para os padrões do futebol atual, é muito anormal – considerou.

Apesar de não poder enfrentar o Barcelona no Mundial, o Atlético-MG terá pela frente uma equipe que, na campanha da conquista da Liga dos Campeões, venceu o time catalão por 7 a 0 no placar agregado dos jogos de ida e volta das semifinais. Victor espera que, ao contrário do Santos, o Atlético-MG se imponha num possível confronto com os alemães.

– Você não pode querer passar, o tempo todo, querendo se defender. Acho que a gente tem que procurar jogar da maneira que já jogamos, compacto, marcando desde lá da frente, botando velocidade do jogo. Você não pode passar o tempo todo se defendendo, até porque não é uma característica da nossa equipe, e é impossível marcar o Bayern durante 90 minutos.

O Mundial de Clubes da Fifa, em dezembro, será realizado no Marrocos, na África, e o Atlético-MG, campeão da Libertadores, entra direto na semifinal, assim como o Bayern, do outro lado da chave. Ambos precisam passar por esta fase para decidir o título.