A importância dos pais na atividade esportiva dos filhos

A importância dos pais na atividade esportiva dos filhos

Edição de março/2018 – pág. 20

A importância dos pais na atividade esportiva dos filhos

Segundo Francisco Charamba Junior, gerente do Camila’s Restaurant, em Orlando, o incentivo dos pais é primordial na escolha dos filhos, principalmente nas atividades esportivas. Treinando e atuando nas equipes de competição do “Orange Soccer Academy”, os filhos do gerente –, Bruno e Camila Charamba –, vêm se destacando nas competições. Bruno, inclusive, que disputa na categoria 2002/2003, teve excelente desempenho durante os jogos pelo “US Youth National Futsal Championship”, em Kansas City, que levou o time ao pódio. O pai, evidente, acompanhou o filho e comemorou entre os torcedores.

Indagado sobre a importância do esporte para a criança, Junior foi enfático, enaltecendo a interatividade e o companheirismo entre os atletas nas competições. “Eu vejo companheirismo e espírito de equipe entre as crianças. O esporte ocupa a criança de forma saudável, proporcionando uma vida saudável”, ressalta. “O atleta, desde criança, adquire responsabilidade com seu time, o que é fundamental na sua formação. O incentivo dos pais é essencial para os filhos porque eles ficam motivados e mais confiantes. Eu, por exemplo, acompanho os treinos, vou aos jogos e torço pelo time. Geralmente eu fico nervoso, torcendo pelo meu filho e pelos seus colegas. Quero que todos se deem bem e que possam ter um bom aproveitamento”, acrescenta Junior, com entusiasmo.

Perguntado se aposta no futuro dos filhos no esporte, como atletas profissionais, Junior disse que, “eu não penso no futuro porque o importante é o que está acontecendo agora. Se o Bruno quiser ser um jogador profissional, tudo bem, mas não faço este tipo de cobrança. Procuro deixá-lo à vontade. O que ele quiser ser no futuro, terá o meu apoio, vou apoiá-lo na sua escolha”, determina.

Natural de Recife (PE), Francisco Charamba Junior lembra dos tempos em que jogou handebol na Faculdade, atividade esportiva também exercida pela esposa, Renata, que foi excelente atleta de handebol. Uma família de atletas, o que certamente incentivou os filhos, hoje obtendo resultados positivos nas competições na Flórida.