Vinhos Natalinos

Vinhos Natalinos

Durante as festas de fim de ano, vários pratos servidos não fazem parte do nosso cotidiano: comemos peru, presunto, rabanadas, etc. Como os sabores e texturas são diferentes do arroz e feijão de todo dia, sugerimos abaixo os vinhos perfeitos para harmonizar com as deliciosas criações natalinas e fazer bonito na comemoração dessa data tao especial!

Edição de dezembro/2017 – pág. 30

Vinhos Natalinos

Peru

O peru é o prato mais representativo das festas de fim de ano, mas nem por isso, o mais fácil de se preparar. Como se trata de uma ave grande, seu cozimento é desafiador, e normalmente requer acompanhamentos (como molhos) para elevar seu sabor. Por isso, os vinhos que casam perfeitamente são aqueles de “personalidade” forte, porém suaves o suficiente para não se sobrepor. Bons exemplos de harmonização com vinhos tintos são o Beaujolais Nouveau e Zinfandel, ambos bastante frutados, ou alternativamente Chenin Blanc e Riesling para uma opção de vinhos brancos.

Vinhos Natalinos 3, Jornal Brasileiro em Orlando
Vinhos Zinfandel combinam com muitos pratos da ceia de Natal

Presunto

Via de regra, os mesmos vinhos servidos com o peru casam bem com o presunto assado, uma vez que seu preparo envolve molhos adocicados semelhantes aqueles que acompanham o peru. Entretanto, caso o espírito de Baco esteja presente nesse Natal e cada prato ganhe seu próprio vinho, a sugestão para harmonização do presunto são os econômicos e frescos Carménères Chilenos, que apesar das evidentes notas de frutas vermelhas, também contam com toques de pimentão e pimenta-do-reino, que combinam perfeitamente com as nuances doces e ricas do presunto. Já para serviço com vinho branco, sugerimos Semillion que é o par perfeito para presuntos preparados e/ou servidos com abacaxi.

Pernil

Carnes de porco tendem a ser mais gordurosas, e de maneira geral, mais salgadas. Por isso, vinhos Syrah ou Tempranillo são as escolhas certas para destacar tudo que o pernil (ou lombinho) tem de melhor. Outra escolha interessante são vinhos rosés delicados, como os de Provença, que com toda sua sutileza pontuam os sabores tão peculiares a esses cortes suínos.

Rabanada

Seja como sobremesa ou no café da manhã, não se acanhem de servir rabanadas com vinhos de colheita tardia – especialmente Ice Wine Canadenses, que estão amplamente disponíveis no mercado Americano. Esses vinhos também harmonizam perfeitamente com queijos, que são uma ótima (e simples) opção de entrada para festas de natal.

Panetone

Assim como no caso da rabanada, qualquer vinho fortificado cairia bem com Panetone uma vez que as passas refletem bem os sabores presentes em vinhos do Porto, Jerez, Late Harvest, etc. Porém, e lembrando sempre que se trata de uma data festiva, nossa recomendação para essa comida tão tipicamente italiana é o igualmente italiano Prosecco, perfeito não só para o brinde natalino mas combinando bem também com frutas secas e nozes de maneira geral.

Se você foi convidado para uma festa de Natal e quer levar um vinho, ou se seu jantar envolve um tradicional “juntar pratos”, não tenha dúvidas que Pinot Noirs jovens e Gewurtztraminer são os coringas durante essa época do ano, combinando bem com entradas, pratos principais e sobremesas. O famoso La Crema ou o premiado Ponzi são boas pedidas de Pinot Noir, e custam entre $25 e $40 dólares. Já o Fetzer e Chateau Ste Michelle Gewurtztraminer são deliciosas e econômicas opções, custando menos de $10 dólares por garrafa.

Seja qual for sua escolha, desejamos que suas festas sejam regadas de alegria, com muitos brindes a saúde, sucesso e prosperidade! Cheers!