Twitter do Comando Central dos EUA é invadido por hackers

Twitter do Comando Central dos EUA é invadido por hackers

Página do Comando Central dos Estados Unidos (Centcom) no Twitter foi suspensa após ter sido alvo de ataque de um grupo de hackers ligados ao Estado Islâmico Divulgação/Governo dos Estados Unidos
Página do Comando Central dos Estados Unidos (Centcom) no Twitter foi suspensa após ter sido alvo de ataque de um grupo de hackers ligados ao Estado Islâmico Divulgação/Governo dos Estados Unidos

A conta do Comando Central (Centcom) dos Estados Unidos (EUA) na rede social Twitter foi suspensa após ter sido alvo de ataque de um grupo de hackers supostamente ligado ao Estado Islâmico (EI). O Centcom é responsável pelo Médio Oriente e pela Ásia e também teve a conta no YouTube invadida pelo mesmo grupo.

Os invasores divulgaram documentos confidenciais do Exército norte-americano, incluindo endereços das casas de oficiais.

O grupo, identificado como CyberCaliphate (Ciber Califado, em português), trocou a imagem do perfil da conta, colocando uma pessoa com o rosto coberto e a bandeira utilizada pelo EI. Também publicou mensagens extremistas e ameaças contra os norte-americanos.

“O EI já está aqui, estamos em seus computadores, em cada base militar americana”, escreveram os hackers na conta do Twitter do Centcom, comando responsável pelas operações dos EUA no Iraque e na Síria.

Os jihadistas do EI, combatentes que iniciaram em junho passado uma ofensiva e que se assumem como participantes numa “guerra santa”, proclamaram um “califado” nos territórios que controlam na Síria e no Iraque.

Fonte: Agência Brasil *Com informações da Agência Lusa