Seu imóvel ficou pequeno ou deverá se mudar devido ao trabalho? O que fazer?

Seu imóvel ficou pequeno ou deverá se mudar devido ao trabalho? O que fazer?

voltar

FEV/2017 – pág. 33

sua_casa_vera

Muitos proprietários de imóveis chegam a um ponto em suas vidas em que querem ou necessitam mudar-se. Alguns porque a família está crescendo e precisam de mais espaço; outros o oposto, a família está reduzindo, cada um criando seu próprio núcleo familiar; e há ainda a questão referente à transferência de trabalho para outro local. Então surge a pergunta: “O que eu faço com a minha casa – vendo ou alugo?”.

A resposta é muito simples, pois cada caso terá sua própria resposta.

As primeiras perguntas a serem feitas são: a) você realmente deseja ficar com esta casa?; b) se ficar, você terá poder aquisitivo para dar continuidade a seus planos?; c) você prefere vender esta para comprar uma nova, investindo maior quantia como entrada para comprar uma maior ou melhor?

Sim. Você quer ficar com sua casa e tem poder aquisitivo para mantê-la, então bem-vindo ao mundo do aluguel. Óbvio que você pode deixá-la fechada e continuar pagando toda a sua manutenção (desta forma, seu dinheiro não estará trabalhando para você).

Não. Você está comprando uma nova casa e precisa de financiamento… primeiro item a ser verificado é se sua situação financeira permite ter dois empréstimos (caso tenha um empréstimo da primeira casa). Normalmente, os bancos consideram este tipo de empréstimo como bom, mas vão querer que já tenha um contrato assinado com um inquilino, ou uma quantia financeira alta como reserva. O mais importante é conversar com a pessoa que está fazendo seu empréstimo e verificar com ela se será possível ficar com a sua casa e comprar uma nova, resultando em dois empréstimos.

Se for possível, leve em consideração que é necessário ter uma reserva financeira para a manutenção da casa: reparos se a casa ficar sem inquilinos por alguns meses; IPTU e outras eventuais despesas. Lembre-se de que quase todos os gastos que você terá com sua casa podem ser descontados do imposto de renda (fale com seu contador sobre esse assunto).

Para resolver se você deve ficar ou não com a casa, é muito importante avaliar se o aluguel cobre os custos da casa e se ela está sendo valorizada de forma contínua (os preços na área estão subindo, descendo ou estagnados). Essa questão estará sendo analisada no mercado do momento, mas este pode mudar; de qualquer maneira, você já terá ideia se será ou não um bom negócio.

No caso de mudança por causa de transferência de trabalho, o mais importante é saber se seu sonho é voltar (no futuro) a viver nessa casa, por adorá-la ou pela excelente localização. Nesse caso, leve em conta quem vai administrar o imóvel caso você more longe dele. Eu, particularmente, considero uma casa dessas como uma poupança para quando se aposentar.

Se a casa de aluguel estiver quitada, usufruir-se-á dos valores recebidos mensalmente, bem como se tem a vantagem da valorização do imóvel. Se ela estiver financiada, os benefícios virão no futuro. Uma coisa é certa: tendo um bom investimento e precisando vender por algum motivo, sempre haverá alguém precisando de moradia. Parece que tudo são rosas e é muito fácil… não é assim. Ter imóveis não é para todos, no entanto, eu acredito que vale a pena estudar a situação para avaliar como o dinheiro pode “trabalhar” a seu favor.


VeraMendoncaCOLOR

Vera Mendonça – Realtor
(407)367-8711
vera@nossagente.net