Seguro Residencial: obrigatório ou opcional?

Seguro Residencial: obrigatório ou opcional?

voltar

FEV/2016 – pág. 33

Hände schützen Haus

Muitos donos de imóveis (ou futuro donos) entram em contato comigo para saber se podem dispensar o seguro residencial do seu imóvel, justificando que precisam economizar dinheiro. A resposta é sempre a mesma: depende…

Se você é dono ou está comprando um imóvel que será financiado pelo banco, não há a opção de remover o seguro, pois ele é obrigatório (uma exigência do banco e já incluso no seu pagamento mensal, juntamente com o IPTU). Às vezes, depois do imóvel ter sido pago por algum tempo, o banco permitir-lhe-á a opção de pagar o IPTU e/ou o seguro separados do seu empréstimo. Se optar por isso e, por qualquer motivo, parar de pagá-lo, o banco poderá impor um seguro obrigatório a ser escolhido por eles. Qualquer problema que ocorra entre você e o banco, este poderá tomar o imóvel de volta. Esse seguro é feito para que o banco fique protegido se houver fogo, tempestade ou algo que destrua parcial ou totalmente o imóvel. Na verdade, o banco não quer que o imóvel seja abandonado, nem que as prestações não sejam pagas, bem como não quer receber um imóvel avariado e que não valha mais o mesmo valor de quando ele lhe foi emprestado. Portanto, nunca se esqueça que imóveis financiados exigem seguro até a total quitação deles.

Outra pergunta muito frequente é sobre apartamentos e townhomes que, na maioria, já possuem o seguro externo. Mas e o interno? É obrigatório? Sim, o banco exigirá o seguro interno, mas fique tranquilo, pois ele terá menor valor devido ao fato da parte externa já ser assegurada pelo condomínio.

E no caso do imóvel ser quitado, quais são minhas opções em relação ao seguro? Nesse caso, o seguro não é obrigatório, no entanto é recomendável. Referente a casas, os seguros, interno e externo, são de sua responsabilidade. Precisamos nos lembrar que acidentes acontecem, tais como incêndios, vazamentos de água, fenômenos da natureza etc. As townhomes seguem a mesma linha de pensamento de casas (com exceção da parte externa – paga no condomínio mensal). Em relação a apartamentos, é muito importante ter o seguro interno, pois existem problemas que podem afetar o apartamento vizinho, bem como o inverso. Um seguro cobrirá diversos tipos de sinistro que possam acontecer (inclusive móveis, eletrodomésticos, pisos e armários serão cobertos pelo seguro).

Para perguntas que envolvam o seguro, minha resposta sempre será esta: mesmo que ele não seja obrigatório, é aconselhável que se tenha um seguro bom e que inclua cláusulas que cubram boa parte dos problemas que costumam ocorrer. Leia com atenção o que o seu seguro garante. Tenha certeza que dinheiro de seguro é muito bem empregado. Sempre esperamos nunca o utilizar… no entanto, se precisar, ele existe.


VeraMendoncaCOLOR

Vera Mendonça – Realtor
(407)367-8711
vera@nossagente.net