Que tal um hambúrguer?

Que tal um hambúrguer?

voltar

SET/14 – pág. 82

Quantas vezes, desde a adolescência até hoje, já tivemos ou fizemos convites desse tipo? Muitas e muitas vezes, tenho certeza! E isso se deve ao fato do hambúrguer ser um lanche muito gostoso, relativamente barato, fácil de fazer ou de ser encontrado se a opção for uma lanchonete.

Para quem gosta de se aventurar na cozinha e está esperando uma receita de um prato mais elaborado, hoje vai se surpreender: vamos falar do hambúrguer, um pouco da sua origem histórica e trazer algumas receitas diferentes, daquelas que não se encontram em lanchonetes.

A origem do hambúrguer data do século XIII, por ocasião da invasão da Europa pelos mongóis.Esses guerreiros eram exímios cavaleiros e praticamente nunca desciam da sela do seu cavalo. Para sua alimentação, colocavam a carne crua entre o lombo do cavalo e a sela, de tal forma que, na hora de comer, ela já estava modelada em bolas achatadas e temperadas pelo calor e sal do suor do animal.

Esse tipo de carne continuou sendo consumida durante vários séculos, até que, no século XVII, alguns viajantes alemães ficaram conhecendo o produto e levaram a ideia para um açougueiro de Hamburgo.O processo sofreu algumas mudanças: a carne foi moída, foram acrescentados temperos e ingredientes que se usavam na fabricação de salsicha, modelaram bifes arredondados que podiam ser fritos, grelhados ou assados, chamando-os simplesmente de “bife de carne moída”.

O preço barato e o fato de ser bem saboroso fizeram com que o hambúrguer tornasse-se popular e amplamente imitado por outros concorrentes, bem como ganhasse fama junto às classes de menor poder aquisitivo. Quando os primeiros imigrantes alemães chegaram aos Estados Unidos no século XIX, principalmente vindos dos arredores de Hamburgo, trouxeram, com eles, o “bife de carne moída”, que ficou conhecido como hamburg style steak (bife ao estilo hamburguês).Os norte-americanos passaram a colocar esse bife grelhado no pão -sanduíche de bife de carne moída-,que teve seu nome reduzido para hamburger.

Depois da Segunda Guerra Mundial, o hambúrguer foi levado a todos os cantos do mundo, tendo chegado ao Brasil em 1952, com a inauguração da primeira lanchonete “Bob’s” no Rio de Janeiro. Desde então, muitas variedades surgiram para o hambúrguer e ele ganhou nomes diferentes, conforme o recheio: bauru, beirute, cheese-salad, americano, entre outros.

As receitas que veremos a seguir, embora mantenham as características consagradas do hambúrguer, utilizam ingredientes não usuais nas redes de lanchonetes.

Vamos às receitas. Bom apetite!

Cleide Rotondo
cleide@nossagente.net