Os nossos 30%

Os nossos 30%

Edição de janeiro/2018 – pág. 41

Os nossos 30%

Um estudo feito em uma universidade europeia, chegou ao seguinte resultado:

As pessoas passam a vida inteira trabalhando para juntar bens materiais dos quais 70% serão usados por outras pessoas. Vejamos alguns exemplos apresentados pelos estudiosos:

Um homem muito rico, grande empresário dos imoveis faleceu. Sua viúva herdou todo dinheiro que ele tinha no banco, assim como muitas propriedades. Ela se casou com seu motorista que disse o seguinte:

Sempre pensei que estava trabalhando para meu chefe, mas, na realidade, era ele que estava o tempo todo trabalhando para mim!

Outros exemplos: em um telefone celular, para a maioria das pessoas 70% das funções são inúteis. Para um carro de luxo, 70% da velocidade e dos acessórios, não são necessários. Em uma mansão, 70% do espaço, geralmente não é ocupado. Pense no seu closet ou guarda roupas! 70% de suas roupas são raramente usadas, pois acabamos colocando com frequências aquelas que mais gostamos!

Passamos uma vida trabalhando para que outras pessoas desfrutem 70% do que juntamos. Portanto, devemos aproveitar ao máximo os nossos 30%!

Sugestão dadas pelos estudiosos:

  • Aprenda a deixar ir, mesmo que seja muito difícil.
  • Esforce-se para ceder, mesmo que você estiver no direito.
  • Mesmo se você for muito rico e poderoso, exerça a humildade.
  • Aprenda a se contentar, mesmo que você não seja rico.
  • Exercite sua mente e seu corpo, mesmo se você for muito ocupado.
  • Beba água, mesmo que não tenha sede.
  • Fique mais tempo com as pessoas que você gosta.
  • Medite, pelo menos duas vezes na semana. Sua mente precisa desse descanso.
  • Agradeça por tudo que está a sua volta! A gratidão ajuda a vida a fluir.

Conclusão da pesquisa:

Viver bem é mais importante do que ter riquezas!

Corpo forte e saudável e a mente equilibrada sempre, pois na realidade não importa quem esteja trabalhando para quem!

Aproveitemos com sabedoria os nossos 30%!

Pense nisso!