Orlando City se torna primeiro time da MLS a jogar no Maracanã

Orlando City se torna primeiro time da MLS a jogar no Maracanã

Foto: Orlando City SC
Foto: Orlando City SC

O Orlando City se tornou nesse domingo (15/11) o primeiro time da Major League Soccer (MLS) a jogar no estádio do Maracanã. Convidados para um amistoso em comemoração aos 120 anos do Flamengo, os Lions dificultaram a vida dos donos da festa. O time, que estreou esse ano na principal competição dos Estados Unidos e do Canadá, foi derrotado por 1 a 0 na primeira excursão internacional da história do clube.

Após um minuto de silêncio em respeito às vítimas da tragédia de Mariana, Minas Gerais, onde o rompimento de uma barragem levou à morte sete pessoas, e dos atentados terroristas em Paris, que tiraram as vidas de 129, Flamengo e Orlando City deram início a um jogo muito disputado.

Depois de um cruzamento do lateral Pará, do Flamengo, que Kayke desviou de cabeça para fora do gol, aos sete minutos do primeiro tempo, foi o colombiano Carlos Rivas quem gerou a primeira oportunidade de gol para o Orlando City. Rivas bateu do bico direito da pequena área, para defesa do goleiro Paulo Victor, aos 18 minutos.

Aos 27, o salvadorenho Darwin Cerén fez a jogada mais bonita da partida. O meio-campista dos Lions disparou em diagonal, passando por dois defensores. Ele tabelou com Bryan Róchez e, ao receber de volta, deu um lindo toque de calcanhar, deixando Róchez frente a frente com o goleiro do Flamengo. O hondurenho bateu por cima do gol.

No lance seguinte, o meia Alan Patrick, do Flamengo, derrubou Adrian Winter na área. Bryan Róchez foi o escolhido para a cobrança de pênalti, já que Kaká, batedor oficial dos Lions, serve à seleção brasileira. Róchez se preparou para bater de frente para a barulhenta torcida do Flamengo. O atacante bateu rasteiro e o goleiro Paulo Victor fez boa defesa, sem dar rebote.

O Orlando City voltou para o segundo tempo com o atacante brasileiro Pedro Ribeiro no lugar de Róchez e o zagueiro espanhol David Mateos na vaga de Collin.

Aos 13 minutos, Pedro Ribeiro partiu na corrida em paralelo à grande área. Ao chegar dentro da meia-lua, o mineiro de Belo Horizonte bateu de perna esquerda, no contrapé do goleiro. A bola saiu bem perto, à esquerda do gol.

O zagueiro Seb Hines parou o ataque do Flamengo com falta dura na entrada da área aos 24 minutos. O norte-americano tomou cartão amarelo. Luiz Antônio cobrou colocado, sem chances para o goleiro dos Lions, Thierry Graça e marcando o único gol do jogo.

Pedro Ribeiro criou uma chance de empate logo aos 29 da etapa final. Carregou a bola na força, passando por três jogadores do Flamengo e finalizando de frente para o gol. O zagueiro Samir salvou.

A última chance dos Lions surgiu em lançamento de Eric Avila para Lewis Neal, que desviou de primeira, mas não foi capaz de vencer o goleiro do Flamengo.

O Orlando City retorna a Orlando na noite dessa segunda-feira.

Flamengo 1×0 Orlando City
Flamengo: Paulo Victor (Cesar); Pará (Ayrton), César Martins (Samir), Wallace (Marcelo) e Armero (Jajá); Márcio Araújo (Canteros), Jonas (Luiz Antonio), Gabriel (Matheus Savio) (Ederson), Everton (Thiago Santos) e Alan Patrick (Paulinho); Kayke (Douglas Baggio)
Técnico: Oswaldo de Oliveira
Orlando City: Thierry Graça; Rafael Ramos, Collin (David Mateos), Seb Hines e Luke Boden; Darwin Cerén (Servando Carrasco) e Cristian Higuita (Harrison Heath); Adrian Winter (Eric Avila), Lewis Neal (Mikey Ambrose) e Carlos Rivas; Bryan Róchez (Pedro Ribeiro)
Técnico: Adrian Heath
Confira a entrevista aqui do proprietário do Orlando City, Flávio Augusto da Silva e do atacante brasileiro Pedro Ribeiro sobre o amistoso histórico desse domingo no Maracanã.

Para mais informações, acompanhe o Orlando City em www.OrlandoCitySC.comFacebookTwitterYouTube e Instagram.