Orlando City é superado por NYCFC em jogo mais emocionante da temporada

Orlando City é superado por NYCFC em jogo mais emocionante da temporada

Orlando_City_2014Acréscimos do segundo tempo. 91 minutos jogados. Kaká ajeita a bola para cobrança de falta à esquerda da grande área do New York City FC. Um gol e o jogo mais emocionante da temporada 2015 da Major League Soccer (MLS) terminaria empatado em 4 a 4. O capitão dos Lions bate de perna direita, tira do alcance do goleiro Saunders. A bola acerta a trave esquerda. No contra-ataque, o NYCFC aproveita a ausência dos zagueiros do Orlando City no campo de defesa e fecha o placar em 5 a 3.

Orlando City e New York City FC fizeram nesse domingo um jogo eletrizante, em um dos templos do esporte mundial, o Yankee Stadium, em Nova York. O atacante canadense Cyle Larin, de 20 anos, marcou três gols, igualando-se a Kaká na artilharia dos Lions na MLS 2015, com 9 gols marcados, em sua temporada de estreia como jogador profissional de futebol.

O assistente-técnico Mark Watson substituiu o treinador Adrian Heath – suspenso – no banco de reservas do Orlando City.

O lendário atacante espanhol David Villa marcou o único gol do primeiro-tempo, aos 44 minutos de jogo. Ele aproveitou lançamento de seu compatriota, o lateral-esquerdo Angelino.  Villa usou a perna direita para uma linda matada de bola, que criou espaço suficiente entre ele e o zagueiro St Ledger para que o atacante do NYCFC levantasse a cabeça e finalizasse de perna direita, no canto direito do gol. 1 a 0 New York City FC.

Porém, aos 4 minutos do segundo tempo, Cyle Larin devolveu na mesma moeda. Empatou a partida com outro golaço! O atacante canadense recebeu lançamento de Carrasco, carregando a bola com a cabeça para tirar o zagueiro Jefferson Mena da jogada, ajeitando de perna direita e chutando de esquerda para o gol, botando a bola no canto esquerdo da meta de Josh Saunders.

Aos 7 do segundo tempo, o meia norte-americano McNamara tabelou com o lateral espanhol Iraola e cruzou para o meia colombiano Javier Calle desviar para o gol e botar mais uma vez o NYCFC na frente no placar. 2 a 1.

Passados 11 minutos da etapa final, o “maestro” italiano Andrea Pirlo estreou na Major League Soccer e, pela primeira vez na história da liga, três campeões mundiais dividiram o campo de jogo, Kaká, Villa e Pirlo.

Em jogada que começou na direita do ataque do Orlando City, com Eric Avila, passou por Kaká, Collin, Hines, St Ledger, Carlos Rivas e Darwin Cerén, os Lions empataram a partida mais uma vez. Rivas cruzou da esquerda. Foram 17 toques na bola, antes da finalização de Cyle Larin, que marcou o segundo gol dele no jogo, aos 15 minutos da etapa final. 2 a 2.

Cinco minutos depois, Andrea Pirlo teve a primeira participação efetiva no jogo, entregando para Poku, que avançou e encontrou David Villa pela esquerda. O espanhol encarou o zagueiro Collin e, dessa vez, marcou de perna direita o segundo gol dele na partida. 3 a 2 para o NYCFC.

4 minutos mais tarde, Andrea Pirlo começou mais uma jogada para o time de Nova York. Aliás, bastante semelhante à anterior. Poku carregou a bola pela direita da intermediária e virou, dessa vez para McNamara marcar de perna esquerda o quarto gol do NYCFC no jogo. 4 a 2.

Aos 30, Carrasco roubou uma bola no campo de ataque. Kaká ganhou do zagueiro Facey e devolveu. Carrasco bateu de perna esquerda, para uma grande defesa de Saunders, no reflexo.

Sete minutos depois, St Ledger roubou bola de Poku no meio do campo. A bola passou pelo atacante brasileiro Pedro Ribeiro e por Darwin Cerén, antes de chegar a Kaká. O capitão dos Lions lançou Cyle Larin que marcou mais um golaço, dominando de perna direita e batendo de esquerda, por cima do goleiro Saunders, e botando no ângulo esquerdo. Foi o terceiro dele no jogo, o terceiro do Orlando City. Lions 3, NYCFC 4.

Cyle Larin é, agora, artilheiro dos Lions na temporada, ao lado de Kaká, com 9 gols. E o meia brasileiro soma 3 assistências.

No primeiro minuto dos acréscimos da etapa final, Kaká quase empatou a partida, acertando a trave esquerda em cobrança de falta. No contra-ataque, o NYCFC aproveitou que todos os zagueiros do Orlando City estavam na área adversária. Na velocidade do meia Mix Diskerud, David Villa e Poku, que trocaram passes diante de Corey Ashe, que sozinho, não foi capaz de evitar o gol de Diskerud, o quinto gol do NYCFC no jogo. E a partida terminou em 5 a 3 para o time de Nova York.

O Orlando City e NYCFC agora têm os mesmos 24 pontos em 21 partidas. O time de Nova York é o sétimo colocado, por ter marcado 3 gols a mais do que os Lions na temporada. O Orlando City é o oitavo.

O Orlando City retorna ao estádio Orlando Citrus Bowl no sábado, dia primeiro de agosto, quando enfrenta o Columbus Crew SC a partir das 19h30 no horário local.
New York City FC 5×3 Orlando City
Estádio: Yankee Stadium
Local: Nova York, NY, EUA
Público: 32.041
Gols:
NYC: David Villa (Angelino) 44’
ORL: Cyle Larin (Servando Carrasco) 50’
NYC: Javier Calle (Thomas McNamara) 53’
ORL: Cyle Larin (Carlos Rivas) 61’
NYC: David Villa (Poku ) 66’
NYC: Thomas McNamara (Poku) 70’
ORL: Cyle Larin (Kaka) 84’
NYC: Mix Diskerud (Poku) 93’
Cartões:
NYC: Mehdi Ballouchy (Yellow Card) 19’
NYC: Andrew Jacobson (Yellow Card) 57’
ORL: Carlos Rivas (Yellow Card) 81’
NYC: Andrea Pirlo (Yellow Card) 84’
ORL: Seb Hines (Yellow Card) 89’
Escalações
New York City FC  – Saunders, Iraola, Facey, Wingert e Angelino; Ballouchy, Jacobson, Javier Calle, Poku, McNamara; David Villa
Técnico: Jason Kreis
Orlando City SC – Tally Hall; Sean St. Ledger, Seb Hines e Collin; Eric Avila, Carrasco, Darwin Cerén e Corey Ashe; Kaká, Cyle Larin e Carlos Rivas
Técnico: Mark Watson (no campo); Adrian Heath suspenso
Estatísticas
Chutes a gol:
ORL: 11
NYC: 11
Escanteios:
ORL: 3
NYC: 2
Impedimentos:
ORL: 4
NYC: 4
Faltas:
ORL: 16
NYC: 15
Defesas:
ORL: 1
NYC 1
Para mais informações, acompanhe o Orlando City em www.OrlandoCitySC.comFacebookTwitterYouTube e Instagram.